Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO
Cidades

Adequações de calçadas e urbanização continuam

Esta é a 2ª etapa da obra que foi realizada na avenida Brasil da T-1 até a T-17, em Ji-Paraná.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 20/04/2017 às 05h05min

O investimento também prevê arborização, canteiros, meio-fio, sarjeta e estacionamento

A prefeitura de Ji-Paraná deu início às obras de construção, adequação e urbanização de calçadas no trecho da avenida Brasil, passando pela rua Martins Costa até a rua Dr. Osvaldo no início da Vila Jotão; e no trecho da rua Cascalheira até o início da avenida Maringá, numa extensão total de 1344 metros. O investimento prevê arborização, canteiros, meio-fio, sarjeta e construção de mais vagas de estacionamentos em vários pontos destas vias.

Os recursos disponibilizados são de dois R$ 2 milhões, emenda parlamentar do senador Acir Gurgacz (PDT) e contrapartida da prefeitura Municipal. A obra é a segunda etapa das adequações que foram realizadas ao longo da avenida Brasil no ano de 2014. A empresa responsável pela obra, a CRV Construtora, iniciou os serviços na semana passada com duas frentes de trabalho.
A destinação do recurso visa contemplar a região do centro comercial do segundo distrito com a modernização e embelezamento daquele espaço urbano, corrigindo as distorções, a exemplo de calçadas estreitas e desniveladas que serão ajustadas e ampliando o número de vagas de estacionamento naquele setor da cidade.

“É com muita alegria e satisfação que recebemos a notícia do início de mais uma etapa desta obra, que está adequando e melhorando nossas vias públicas e calçadas, dando uma nova realidade para nossa cidade. Ji-Paraná está em constante crescimento. Esses recursos para infraestrutura são importantes para assegurar mais qualidade de vida aos ji-paranaenses”, disse o senador Acir Gurgacz, autor da emenda.

Já o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), lembrou que as adequações que estão sendo realizadas irão melhorar toda parte de infraestrutura urbana naquela região. “É um setor da cidade que, apesar de ter muitos comércios, não há muitas vagas de estacionamento. Com a criação de mais vagas conseguiremos melhorar a trafegabilidade dos veículos”, falou. (AI)


Escreva um comentário