#EuCurto Diário da Amazônia
Cidades

Baixa procura pela biometria preocupa

Em Cacoal, a Justiça Eleitoral faz o trabalho de regularização e alerta eleitores.

Por Magda Oliveira Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 18/04/2017 às 05h20min

A infraestrutura à realização da biometria foi montada no salão da Convenção Cemaderon

Os eleitores de Cacoal devem ficar atentos sobre o prazo final para a realização da revisão biométrica. A regularização que já está sendo feita desde o dia 6 de março, segue até o dia 31 de maio, e até o momento apenas 17 mil dos 61 mil eleitores do município, estão em dia com a Justiça Eleitoral, esse número equivale a apenas 25% do total de eleitores. As pessoas que não fizerem a revisão biométrica terão os títulos cancelados, não podendo votar em 2018, além de terem outros prejuízos, como suspensão de benefícios do governo.

Durante uma coletiva, o juiz da 31ª zona eleitoral Ivens dos Reis Fernandes, alertou a população sobre a importância de fazer a biometria, que além de ser obrigatória, também é uma forma de ficar apto a exercer a cidadania através do voto.

“Nós preparamos todo um aparato para atender de forma rápida e eficiente, uma média de mil eleitores por dia, com a montagem de 20 guichês de atendimento, mas a procura está baixa e isso nos preocupa. Pois as pessoas ainda não se atentaram da importância da realização da revisão biométrica”, alertou Ivens.

A infraestrutura para a realização da biometria foi montada no salão da Convenção Estadual dos Ministros das Assembleia de Deus no Estado de Rondônia (Cemaderon), onde 20 pessoas estão atendendo à população de forma simultânea nos 20 guichês montados no local. De acordo com o chefe da sessão de suporte Lúcio Fagner Santos Nascimento, em Cacoal a revisão biométrica teve início há dois anos, porém era realizada somente nos títulos em que os portadores precisavam de alguma regularização, mas dessa vez todos os títulos devem passar pelo processo.

“Os eleitores não precisam marcar horário, basta ir até a Cemaderon onde irão passar por uma triagem, sendo informados sobre a documentação necessária para o atendimento, caso não tenham trago. Com tudo certo, a pessoa irá receber uma senha, em seguida será encaminhada para um dos guichês, onde serão atendida, colhidas as digitais e imagens do eleitor, que já sai do local com o novo título nas mãos”, explicou Lúcio.

Além de Cacoal, a revisão biométrica também está sendo realizada nos municípios de Ministro Andreazza, Parecis e São Felipe do Oeste.

Documentos

Para o procedimento é necessário que apresente alguns documentos: Documento de identidade com foto; comprovante de endereço; se for o primeiro título para homens a partir de 18 anos apresentar o certificado de reservista habilitado. “As pessoas que tiverem 16 anos completos em 2017, já podem fazer o alistamento, que é o novo título, para isso elas precisam trazer algum documento que tenha naturalidade, nesse caso não é aceito a Carteira Nacional de Habilitação [CNH]”, falou.

O cadastramento pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no salão da Cemaderon localizado na avenida Belo Horizonte, na avenida Belo Horizonte, número 3632, bairro Jardim Clodoaldo.



Escreva um comentário