CIDADES - 10 de abril de 2013 - 8h40

Guajará-Mirim comemora

Guajará-Mirim comemoraO segundo maior município de Rondônia em extensão territorial e contando com 93,7% da área constituída de Unidade de Reservas Extrativistas Biológicas, Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, há 333 km de Porto Velho, está completando hoje 84 anos de emancipação.
Guajará-Mirim está localizado na porção oeste do Estado de Rondônia e surgiu assim como Porto Velho, em razão do comércio da Borracha no século XIX. Tem uma população de 42 mil habitantes de acordo com o senso do IBGE de 2011. Atualmente o município concentra 86% da sua população na zona urbana e 11% na zona rural. É o oitavo município em concentração de pessoas do Estado. O governo, ainda neste semestre, prevê a realização do programa Governo Perto de Você. Durante 15 dias, os 41 mil habitantes da “Pérola do Mamoré” receberão de graça atendimentos nas mais variadas áreas da assistência social.

Plano futuro

No mesmo programa será realizado o asfaltamento de ruas, limpeza, e recuperação de prédios públicos. Investimento do “Governo da Cooperação” voltado para o povo da “Perola do Mamoré”. O programa é uma ação integrada ao Plano FutuRO que tem como meta levar cidadania aos rondonienses com princípios para a erradicação da pobreza e extrema pobreza. É uma mobilização de todas as pastas da administração pública estadual, e dos apoios de vários parceiros.

“É assim que o nosso governo trabalha, sempre em parceria e com cooperação. Ninguém consegue fazer um bom trabalho sozinho, precisamos sempre caminhar juntos, de mãos dadas para alcançarmos o desenvolvimento. Vamos conseguir revitalizar e promover dignidade para a comunidade desse município que, durante anos, ficou no esquecimento”, enfatizou o governador Confúcio Moura.(AI)

Encontro de rios

A cidade de Guajará-Mirim é cortada por unidades de conservação estaduais e federais, tem extensas reservas de água. O turismo começa pela vista da Serra dos Parecis que em 2007 foi transformada em Parque Natural dos Parecis, aberto a visitação. A história do município se mistura a hidrografia com rios Mamoré, que nasce na Real Cordilheira do Andes próximo ao departamento (Estado) de Santa Cruz de La Sierra na Bolívia, e o Guaporé, que tem sua nascente na Chapada do Parecis no Estado do Mato Grosso. É também em Guajará-Mirim os encontros dos rios Pacaás Novos e Mamoré, o verão amazônico deixa o fenômeno mais evidente, vai de junho a outubro. Exatamente nesta época que é possível realizar a prática de esportes radicais.

Museu

Foram gastos mais de R$ 450 mil, verba do Ministério do Turismo, através do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Governo de Rondônia. “O Museu Municipal de Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, não é apenas uma estrutura, mas a história do nosso povo”, disse, o administrador e diretor do museu, Cláudio Furlaneto.

Estrada de ferro

O Hotel de Selva atrai gente do mundo inteiro, turistas em busca de tranquilidade. A área urbana de Guajará-Mirim traz a tona a origem da região. Á ultima estação da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) com a desativação foi transformada em Museu, o único do Estado a expor animais empalhados. Após quatro anos desativado o Museu foi reformado pelo “Governo da Cooperação” e entregue em novembro do ano passado novamente ao público.

Novo Hospital Regional

Com a nova unidade de saúde, 85% dos casos de doenças serão tratadas no município. Com a instalação do Hospital os pacientes não precisarão segui destino a Porto Velho em busca de atendimento especializado. Com custo de R$ 12 milhões, o novo Hospital Regional de Guajará-Mirim é um presente do “Governo da Cooperação” aos quase 41 mil guajará-mirenses. A ordem de Serviço para a construção do Hospital Regional foi assinada pelo governador, Confúcio Moura no mês passado, na presença do presidente da Assembleia Legislativa, Hermínio Coelho, e de dez deputados que juntos se comprometeram a trazer desenvolvimento ao município. Confúcio parabeniza a todos os guajará-mirenses por essa importante data, e reafirma o compromisso de executar ações concretas e de alcance visando o desenvolvimento da “Perola do Mamoré”. “Assim é Guajará-Mirim, um município de grande diversidade cultural e natural”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>