#EuCurto Diário da Amazônia
Capital

Implantação do Uber gera polêmica

Taxistas e mototaxistas alegam que o novo serviço vai prejudicar as categorias.

Por Daniela Castelo Branco Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 21/04/2017 às 05h00min

Vereadores e representantes do sindicato dos taxistas e mototaxistas durante reunião ontem na Câmara

O impasse sobre a implantação do Uber ainda continua em Porto Velho. De um lado, a população porto-velhense, insatisfeita com as condições de serviço de transporte público do município e com os altos preços cobrados pelos taxistas e mototaxistas, pressionam cada vez mais o poder público municipal para a implantação do Uber na cidade. Do outro, os trabalhadores de táxi e mototáxis, que alegam que o serviço, será uma concorrência desleal às categorias em meio à crise econômica que o País enfrenta.

Visando discutir sobre esse impasse e debater se o Uber será benéfico para o município, a Câmara Municipal realizou mais uma audiência pública ontem com representantes das categorias dos taxistas e mototaxistas, além do secretário municipal de Transportes e Trânsito, Marden Negrão para que todas as questões pertinentes a uma possível implantação desse serviço de transporte fossem discutidas.

Taxistas e mototaxistas ocuparam as galerias da Câmara Municipal para acompanhar a audiência pública

As classes dos taxistas e mototaxistas alegam que com a atual crise econômica não estão tendo lucro nenhum e que está quase impossível sustentar as famílias. Além disso, dizem que com a quantidade de documentos e taxas que pagam para se regularizarem junto ao município, respaldam a população quanto à segurança do serviço, fato que segundo eles, o Uber não garante.

A mesa de debate foi composta pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Maurício Carvalho (PSDB), pelos vereadores Da Silva do Sinttrar (PSB), Edwilson Negreiros (PSB), Jair Montes (PTC), Márcio do Sitetuperon (PSB) e Zequinha Araújo (PMDB) e deputado estadual Hermínio Coelho (PDT).

Uma longa e calorosa discussão teve início. O plenário estava cheio de taxistas e mototaxistas e a cada pronunciamento contra a instalação do Uber pelos parlamentares da Câmera, era motivo de euforia e aplausos efusivos no ambiente.

Matéria completa acesse: Edição Digital



Escreva um comentário