#EuCurto Diário da Amazônia
Cidades

Manutenção na Linha Associação Aeroporto

As equipes estão nivelando com cascalho as as depressões existentes nas vias

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 12/11/2017 às 05h25min

O trabalho começou na última sexta-feira (10) pelas equipes da Secretaria de Obras

Na última semana, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) iniciou na útima sexta-feria (10) o retorno nas estradas, que compreendem a Linha Associação Aeroporto, onde as equipes da pasta estão exercendo a manutenção da via nivelando com cascalho as depressões existentes, além da implantação de desaguadores preparando a estrutura para controlar o agravo das chuvas nesta região de Vilhena.

Segundo Josué Donadon, titular da Secretaria de Obras do município, o setor em questão já havia sido beneficiado este ano, porém com as fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, alguns trechos foram prejudicados com buracos ocasionados pelo excesso das águas que escorrem na via.

“Já havíamos realizado um trabalho eficaz na região justamente visando este período das águas. Como de costume estamos reavaliando os setores necessitados para realizar os ajustes cabíveis. Não é diferente aqui na região da Associação Aeroporto, onde novamente estamos executando a manutenção das estradas, tapando os buracos com cascalho, nivelando a via e implantando desaguadores para escoar e dar vazão às águas das chuvas para não afetar a estrada. Esta é mais uma diretriz da prefeita Rosani Donadon e estamos cumprindo isso à risca, o que tem melhorado constantemente o acesso à área rural e demais regiões da cidade”, destacou Josué Donadon.

A execução

O cronograma de atendimentos da Semosp nas demais regiões do município não para e serão otimizados, dependendo do período de estiagem para que haja o avanço das atividades da Secretaria.

Poças de água

Josué Donadon acompanhou a ação executada pela Semosp de remoção das poças de água das vias do bairro Embratel, em Vilhena. Segundo o titular da Semosp, as ruas da localidade em certos trechos, possuíam várias depressões e poças d’água, ocasionadas pelas últimas chuvas, que culminaram com a dificuldade do acesso à região.



Escreva um comentário