Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO
Geral

Novos imóveis devem ser entregues na capital

São mais de 500 moradias em cinco empreendimentos da prefeitura de Porto Velho.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 10/01/2017 às 05h00min | Atualizado 10/01/2017 às 14h20min

São mais de dez mil habitações populares previstas para serem entregues neste ano

O ano de 2017 será marcado pela entrega de 10.266 unidades habitacionais em Porto Velho. Essa é a estimativa da prefeitura da capital, somados os empreendimentos que estão sob responsabilidade direta do município — financiados pelo Governo Federal — e os que o município entra como parceiro do Estado e da União.

Sob responsabilidade direta da prefeitura, são 509 unidades habitacionais distribuídas em cinco empreendimentos. São 50 casas no FNHIS III; 47, no FNHIS IV; 14, no FNHIS VII; 158, no Porto Madero Leste I; mais 240 apartamentos no Cidade de Todos III.

Com relação aos quatro primeiros empreendimentos, a Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Habitação (Semur) está finalizando a seleção dos candidatos para o envio do dossiê para análise da Caixa Econômica Federal.

A próxima etapa será o sorteio dos endereços e dos conjuntos residênciais sob a responsabilidade da prefeitura, com exceção do Cidades de Todos III, os imóveis dos quatro empreendimentos restantes serão doados às famílias sorteadas.

Parcerias 

Em parceria com o Estado são 1.984 apartamentos. No Porto Belo I, II, III e IV, sendo que cada um tem 272 unidades. No Porto Madero V são 288 apartamentos, mais 304 no Porto Madero II, e esta mesma quantidade no Porto Fino.

Dos sete empreendimentos, em quatro os beneficiários aguardam o sorteio dos endereços (Porto Belo I, III, e Porto Madero II). Para fevereiro, ainda está prevista a assinatura dos contratos junto à Caixa Econômica, do Porto Belo II e o sorteio dos endereços para o Porto Belo IV.

Com relação ao Porto Madero V e ao Porto Fino, a prefeitura aguarda o envio dos dossiês das famílias sorteadas que foram encaminhados para a análise da Caixa.

Em todos esses empreendimentos a prefeitura entrou com a doação do terreno onde os conjuntos habitacionais foram construídos. O município desenvolverá ainda um projeto social junto às famílias que ocuparão os respectivos imóveis.

Em outros três conjuntos que totalizam 7.773 imóveis (Orgulho do Madeira, Cristal da Calama e Morada Melhor), sob a responsabilidade do Estado e da União, o município participou da seleção das famílias e ainda implantará os equipamentos públicos necessários, como a construção de creches, escolas e unidades de saúde.

Ainda com relação ao Porto Belo II, a titular da Semur, Márcia Luna, adiantou que após a assinatura dos contratos com a Caixa, a entrega das chaves acontecerá em questão de dias. “Para podermos definir uma data dependemos da agenda do Ministério das Cidades, uma vez que esse grupo já passou pelo sorteio de endereços em dezembro do ano”, disse.


Escreva um comentário