#EuCurto Diário da Amazônia
Cidades

Ponte do rio Ubirajara em fase de conclusão

A nova ponte, em Jaru, substitui a passarela que existe no local e que não é adequada.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 11/10/2017 às 05h30min

A equipe trabalha na instalação das vigas de sustentação, e na construção da saia do aterro

As obras da ponte no rio Ubirajara, localizada na linha 625, seguem em ritmo acelerado em Jaru. Nesta semana, a equipe trabalha na instalação das vigas principais de sustentação, e na construção da saia de aterro da ponte.

A nova ponte, substitui uma passarela improvisada que existe no local e que não é adequada ao tráfego, entre outros motivos, por oferecer riscos a motoristas e pedestres.

Na última segunda-feira (09), o prefeito em exercício de Jaru, Jeverson Lima, esteve no canteiro de obras para acompanhar o andamento dos serviços.

De acordo com Jeverson, o trabalho da equipe de pontes é excelente e rápido. “Mais uma vez nossos servidores estão realizando um serviço de qualidade, que vai beneficiar muitos produtores rurais”, disse.

O prefeito lembrou que já foram reconstruídas mais de 100 pontes e bueiros em Jaru, somente nestes primeiros dez meses de gestão. “Nós encontramos uma situação muito difícil e com muitas pontes sem o mínimo de condições de trafegabilidade. Entretanto, nós estamos recuperando todas elas”, disse.

Zona rural 

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, de Jaru, continua com os serviços de patrolamento das estradas rurais do município. Neste momento, a equipe da prefeitura trabalha na linha 617.

Também na última segunda-feira (09), o prefeito em exercício, Jeverson Lima, acompanhado do vereador Orlando, estiveram no local acompanhando os trabalhos realizados. “Continuamos com as frentes de serviços nas estradas rurais, tanto com a recuperação das estradas, quanto na construção de bueiros e pontes”, comentou.

Produção

O prefeito João Gonçalves Júnior destacou a importância do trabalho para o produtor rural. “Garantir melhores estradas é essencial para que o trabalhador rural possa escoar sua produção, e também para o transporte de alunos”, reiterou o chefe do Executivo Municipal.



Escreva um comentário