#EuCurto Diário da Amazônia
Política

Prefeito negocia terreno para o CPA

O prefeito já iniciou a negociação com a Aeronáutica para que a área seja doada ao município.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 14/09/2017 às 05h00min

Prefeito Hildon Chaves negocia com a Aeronáutica a cessão do terreno para o CPA

Até o final do ano o prefeito de Porto Velho, dr Hildon Chaves, espera já ter resolvido a questão do terreno onde será construído o Centro Político Administrativo (CPA) do município. O terreno pretendido pertence a Aeronáutica e fica localizado às proximidades do Espaço Alternativo. O prefeito já iniciou a negociação com a Aeronáutica para que a área seja doada ao município.

“Na última semana estivemos com o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar, Nivaldo Luiz Rossato, em Brasília, onde aproveitamos a ocasião para darmos início à conversa com a Aeronáutica e o nosso pleito foi muito bem recebido. Estamos agora no aguardo de uma resposta. A construção do CPA é uma necessidade que precisa ser resolvida e é uma situação que precisa ser encarada de frente. Hoje a prefeitura está espalhada em, pelo menos, dezoito endereços”, afirmou.

O pagamento dos alugueis desses imóveis custam ao contribuinte de Porto Velho o montante de R$ 800 mil mensais, dinheiro que poderia ser investido na melhoria da saúde, na educação ou em outros setores. E esse valor é apenas referente ao aluguel, há ainda os custos com a manutenção, dos prédios, vigilância, água e luz, despesas necessárias para que órgãos municipais possam funcionar.

“Com o fim de todos esses gastos, vamos fazer uma economia em torno de um milhão de reais. E com a centralização no CPA, vamos poder também melhorar o atendimento que é prestado à população e evitar também problemas como o que a Semusa está enfrentando. O proprietário do imóvel onde a secretaria funciona vendeu o prédio. A Semusa agora tem que desocupar o imóvel, mas não tem para onde ir”, lembrou o prefeito.



Escreva um comentário