porto velho - ro, 23 Junho 2018 06:22:07

Copa do Mundo 2018

Cidades

Semeia alerta para construção de fossas e transporte

Outra reclamação que vem aumentando nos últimos meses na Semeia é sobre o transporte de diversos tipos de cargas, sem a devida proteção.

Por J. Nogueira Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 13/03/2018 às 10h14min

Cargas devem ser transportadas cobertas com lonas (Foto: J. Nogueira / Diário da Amazônia)

Construir fossas de forma incorreta e transportar cargas da mesma maneira acarreta alerta, notificação e até multa aos transgressores da Lei. Foi o que afirmou na manhã de ontem (12) o titular da Secretaria de Meio Ambiente (Semeia) de Ji-Paraná, Reinaldo Pereira, após várias denúncias de que pessoas estão construindo suas fossas de forma aleatória, sem o conhecimento do órgão e da Secretaria de Planejamento (Semplan). Ele afirmou que a fiscalização será massificada nos próximos dias.

Para o munícipe poder construir uma fossa, principalmente, na parte da frente da sua residência, segundo o secretário Reinaldo Pereira se faz necessário respeitar algumas exigências, como: Primeiro procurar a secretaria de Meio Ambiente (Semeia), localizada na rua Júlio Guerra com Dois de Abril, ao lado da secretaria de Saúde (Semusa), próximo a BR-364, sempre, no horário de expediente (7h30 às 13h30), levando documentação pessoal e comprovante de endereço. Feita a devida solicitação, posteriormente, um fiscal do órgão irá à residência citada para verificar se não se trata de Área de Proteção Permanente (APP), tomar conhecimento das demissões do tamanho da construção, dentro do que estabelece o Código de Postura do município. Aprovado, o interessado deve se dirigir à Semplan para obter o documento de autorização “O sistema adotado pelo morador não poderá causar qualquer risco ao Meio Ambiente”, lembrou Reinaldo Pereira.

Cargas sem proteção 

Outra reclamação que vem aumentando nos últimos meses na Semeia é sobre o transporte de diversos tipos de cargas, sem a devida proteção. Reinaldo Pereira lembrou que há dois anos, empresas e seus motoristas dessas áreas de trabalho foram alertados através de notificação e também de palestras sobre a importância da carga sempre estar coberta para evitar possíveis acidentes com danos materiais, e até mesmo, com lesões em pedestres e condutores, principalmente, motociclistas.

Segundo ele, a fiscalização também irá voltar às empresas com palestras para tentar conscientizá-las. Abordagens de forma aleatória, também acontecerão. Motoristas conduzindo algum de tipo de carga, sem a devida proteção, serão abordados e notificados. Ele citou alguns tipos de cargas que obrigatoriamente, devem estar protegidas como: tijolos, areia, entulhos, cascalho e até os veículos da empresa responsável pela coleta de lixo, também deve fazer essa proteção de forma certa para evitar qualquer transtorno durante o trajeto percorrido. O secretário informou que qualquer informação também pode ser adquirida pelo telefone: (69) 3411 – 4204.



Escreva um comentário