Diário da Amazônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto Diário da Amazônia
Política

Violência em Candeias é discutida em reunião

Deputado Airton Gurgacz presidiu o debate realizado no plenário da Câmara Municipal.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 13/09/2017 às 05h35min

Debate foi realizado na Câmara Municipal de Vereadores com a presença da população

Para discutir o desordenado crescimento dos índices de violência no município de Candeias do Jamari, a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, da Assembleia Legislativa realizou reunião na Câmara Municipal de Vereadores de Candeias do Jamari. Presidido pelo deputado Airton Gurgacz (PDT), o debate contou com a presença do deputado Anderson do Singeperon (PV) e de representantes de várias entidades governamentais, como as polícias Militar e Civil, conselhos e associações e do município.

Airton explicou as atribuições da comissão e ressaltou a preocupação em relação aos altos índices de criminalidade no município. Entre as principais queixas da população, além dos crimes, como assaltos, roubos, furtos e a comercialização de drogas, estão os crimes praticados contra crianças, adolescentes e mulheres.

“Essa situação está causando grande preocupação para a população, que pede providências, principalmente no que diz respeito ao investimento em segurança pública, oportunidades em cultura e lazer para os jovens, além de melhoria da qualidade da educação pública. Com esta reunião, buscamos ouvir o clamor da população e, ao mesmo tempo, com a presença dos organismos estaduais e municipais, discutir alternativas que possam ser implementadas a curto prazo para que se possa amenizar o problema, até que se encontre uma solução definitiva”, observou.

Exemplo 

Como um exemplo que pode ser seguido para a busca pela redução da criminalidade, o deputado destacou a implantação da Patrulha Maria da Penha, que em Ji-Paraná, tem sido um instrumento a mais, na luta contra a violência doméstica no município. Gurgacz explicou que a ação visa assegurar rondas policiais periódicas às residências de mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Anderson do Singeperon parabenizou a iniciativa do deputado Airton em levar a Comissão até Candeias e disse que vem acompanhando o clima de insegurança instalado no município.



Escreva um comentário