porto velho - ro, 18 Julho 2019 11:47:09

21 anos de Diário da Amazônia

Publicado: 13/09/2014 às 13h22min | Atualizado 17/11/2018 às 22h39min

O jornal Diário da Amazônia, veículo de comunicação que faz parte do Sistema Gurgacz de Comunicação (SGC), completa hoje seu 21º aniversário sabendo do novo desafio que terá pela frente nos próximos 10 anos. Sabemos da importância da internet no jornalismo impresso. Para o Diário, é um privilégio ser o primeiro jornal da Região Norte a entrar na rede mundial de computadores. A internet veio para facilitar a vida do cidadão, mas a credibilidade da informação está acima de tudo. É nesse caminho que o jornalismo do SGC vai continuar lutando.

O Diário completa aniversário justamente no momento em que o cenário do investimento publicitário brasileiro tem tido muito mais concorrência do que há alguns anos. No mês passado, a cidade de São Paulo sediou o encontro da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), onde houve a discussão da importância do jornal impresso e seu alcance no mercado publicitário.

Durante o encontro foi destacada a credibilidade do jornal impresso, com base em uma pesquisa do Ibope encomendada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República. De acordo com a pesquisa 53% dos 18,3 mil entrevistados que leem jornais impressos confiam nas notícias publicadas e que 57% das pessoas que pesquisam notícias na web o fazem por meio de sites de jornais.

O Diário também foi o primeiro de Rondônia a oferecer ao público a assinatura digital. Através do site do jornal é possível fazer o cadastro do usuário e folhear durante 15 dias (sem cobrança) o conteúdo digital. Com sede na Capital, Porto Velho, o Diário está presente nos principais municípios de Rondônia com matérias produzidas pelas sucursais de Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena, Sul de Rondônia.

Com uma equipe arrojada, determinada e pensante, o Diário conseguiu ao longo dos últimos 365 dias do ano pautar grandes veículos de comunicação e se destacar em importantes prêmios do jornalismo no Brasil. Nos próximos anos não será diferente. O jornal vai continuar oferecendo à população rondoniense um material diferenciado e que não é visto em outros meios de comunicação e na internet.

Escreva um comentário