Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 17:25:20
    Variedades

    7 países mais perigosos para quem é cristão

    Nesses países os religiosos costumam ser perseguidos, despojados, torturados e até mortos por causa de sua fé.

    A-A+

    Publicado: 06/12/2019 às 15h45min | Atualizado 06/12/2019 às 15h50min

    A guerra religiosa nunca deixou de existir. Infelizmente, muitas pessoas acreditam que os problemas enfrentados pelos cristãos ficaram há séculos. Infelizmente, o cristianismo, no passado, fez diversas vítimas. Algumas pessoas pensam até hoje, que o passado imperfeito dos cristãos é motivo para torná-los alvos fáceis, expostos a todos os tipos de crimes e crueldades. Embora seja uma das religiões predominantes no mundo, ainda há lugares onde os cristãos como um todo são bastante perseguidos. Esses religiosos costumam ser perseguidos, despojados, torturados e até mortos por causa de sua fé. Esses casos, muitas vezes, acontecem como parte da política governamental ou religiosa.

    Países mais perigosos para quem é cristão:
    1 – Laos


    Laos é um país onde a religião predominante é o Budismo. Cristãos, num país de 6,4 milhões de habitantes, é minoria. A atitude do governo em relação aos cristãos, é claramente hostil. Eles costumam ver o cristão como protestante, ou seja, uma ameaça americana ao governo comunista. As igrejas cristãs são proibidas de operar livremente. Em 2010, 29 cristãos foram mortos e, pelo menos, 20 foram capturados e presos, mantidos sem julgamento.

    2 – Uzbequistão


    O Uzbequistão possui 27,5 milhões de pessoas e apenas 208.600 são cristãs. No país, dominado pelo Islã, ser cristão é um grande perigo. A pressão sobre os cristãos só aumenta e o número de ataques às igrejas também. Além disso, realizar atividades religiosas resulta em altas multas que ultrapassam 100 vezes o salário mensal. Além disso, há pessoas que são punidas com prisão de até 10 anos. Os cristão sofrem perda de emprego, espancamentos, rejeição social e até são expulsos da família.

    3 – Iraque


    O Iraque, predominando pelo Islã, possui cerca de 30,7 milhões de habitantes. Desse número, apenas 334 mil pessoas se consideram cristãs. A violência contra os cristãos no país só aumenta. Há um alto número de pessoas mortas e feridas, por seguirem o cristianismo. Algumas pessoas precisam deixar suas casas e aldeias, para conseguirem segurança, pois são friamente caçadas. Em 2010, pelo menos 58 cristãos foram mortos em um ataque à uma igreja de Bagdá, durante uma missa noturna.

    4 – Maldivas


    A quantidade de cristãos nesse lugar, é tão baixa que não se tem uma noção de quantos existem entre os 311.000 habitantes. Os cidadãos por lá precisam ser muçulmanos, pois a sharia proíbe a prática de qualquer religião a não ser o Islamismo. Igrejas cristãs são extremamente proibidas. Nem mesmo turistas podem entrar no país com Bíblias ou coisas do tipo.

    5 – Afeganistão


    Entre os 28,15 milhões de habitantes do país, poucos são cristãos. Os que seguem abertamente a religião enfrentam pressão constante da família, sociedade e agentes do governo. O cristão, no país, não costuma se reunir com outros. O governo até exige a execução daqueles recém-convertidos ao cristianismo no país. Como resultado, muitas pessoas precisam se esconder, para se manterem seguras.

    6 – Irã


    Estima-se que o número de cristão no país seja de apenas 450.000, entre os 74,2 milhões de habitantes. Ser cristão em um país dominado pelo Islã, é algo quase impossível. Desde 2010, o número de cristão presos, aumentou bastante. Alguns foram libertos, mas a pressão à igreja permanece alta. Assassinatos e tortura são comuns no país.

    7 – Coreia do Norte


    A perseguição dos cristãos, pela Coreia do Norte, é absurda, pois ser cristão por lá, é cometer um sério crime. Isso porque o país segue o ateísmo. O dogma comunista da Coreia do Norte considera a religião um “ópio” do povo. No entanto, você pode participar de cultos à personalidade do “Grande Líder Kim II Sung”, ou de seu filho, “Caro Líder Kim Jong II”. Centenas de cristãos foram presos em 2010, e alguns até executados por seguirem a religião.

     

    Fonte: Fatos Desconhecidos



    Deixe o seu comentário