Porto Velho/RO, 03 Setembro 2021 20:00:16

LéoLadeia

coluna

Publicado: 02/08/2019 às 17h18min

A-A+

A Madeira Mamoré está de aniversário e pouco temos para festejar

Frase do dia “Se Paulo Freire fosse tão bom, teria ao menos mais um país usando método dele” – Abraham Weintraub, ministro da..

Frase do dia

“Se Paulo Freire fosse tão bom, teria ao menos mais um país usando método dele” –Abraham Weintraub, ministro da educação.

1-Quem não chora não mama I

“Isso gera a preocupação que eu tinha, tendo em vista as conversas com empresários de Pernambuco e do Nordeste. Havia a preocupação da falta de prioridade da Caixa para fomentação de novos empreendimentos no Nordeste.” A fala é do deputado Silvio Costa Filho, presidente da Frente Parlamentar do Pacto Federativo, vice-líder do PRB e que quer Pedro Guimarães, presidente da Caixa, prestando esclarecimentos sobre a razão da redução de repasses. Ora, BNB, BB e CEF sempre carrearam investimentos para o Nordeste e claro Pernambuco, mas a cantilena é a mesma. De pai para filho.

2-Quem não chora não mama II

Para a Caixa Econômica são dois problemas que enfrenta para avançar com liberação de financiamentos: a sazonalidade e depois a inadimplência e o endividamento. Para estes o banco oferece assistência técnica gratuita que “acompanha e orienta o ente na equacionalização da saúde financeira. Já sobre a sazonalidade a Caixa não dá pistas mas para quem é do ramos sabe que tem a ver com as ações dos políticos da região. Eleições à porta e a obtenção de um financiamento alavanca votos. De pai para filho…

3-O certo e fazer o errado

Ministros do Supremo Tribunal Federal estariam operando para dar um tiro de bazuca na Lavajato. A notícia se espalhou depois que o ministro Fux ordenou a preservação das mensagens hackeadas de celulares de autoridades da república, inclusive Deltan Dallagnol, procurador da República e coordenador da força-tarefa Lava Jato. Espécie de reedição do fracasso da “mani pulite” na Itália ou da Satiagraha no Brasil, busca-se o afastamento Deltan e a cópia integral das mensagens hackeadas. Um nervo exposto e cabe a pergunta: as mensagens serão provas de que, para que, ou são só garantia?  

4-Tragédia no “zap-zap”

Conversa envolvendo pessoas acima de qualquer suspeita circulou entre os usuários do Whatsapp causou tumulto, instabilidade e desconforto no meio político tanto na ALE quanto no seio do Executivo, levando inclusive o secretário chefe da Casa Civil a se pronunciar em nota em que desmente sua participação. Para meu analista político Zé de Nana, “Quem anda na tribo e não conhece o cacique ou o pajé, da tribo não é”. 

5-Aniversário sem bolo, sem festa…

A Estrada de Ferro Madeira Mamoré está de aniversário e pouco ou nada temos para festejar. Povo sem história e sem cultura é um povo com futuro incerto ou nem mesmo é povo. É apenas bando. Precisamos resistir, preservar, buscar as nossas raízes, comemorar nossos feitos, homenagear nossos heróis, falar com nosso sotaque, contar histórias, cantar, dançar, viver do nosso jeito, abraçando, cuidando e louvando. É isso.  

[email protected]

 


Deixe o seu comentário

sobre Léo Ladeia

Leo Ladeia é baiano de Itororó, torcedor do Bahia ou um pau rodado que apoitou por aqui. Começou como radialista na Rádio Vitória Régia aos 55 anos. Apresentou o programa Lendas do Rock na rádio Parecis. Na SIC TV como aqui no Gente de Opinião Léo Ladeia fez de tudo. Astronauta, boy, pintor, poeta e pedreiro. Mutante, gosta de experimentar e de desafios, atualmente Ladeia está trabalhando no Rede TV Rondônia, canal 17,do Sistema Gurgacz de Comunicação.