Porto Velho/RO, 30 Dezembro 2020 06:00:28

LarinaRosa

coluna

Publicado: 30/12/2020 às 06h00min

A-A+

A pandemia não acabou, mas ainda estamos aqui

Ainda não sabemos quando a pandemia termina, quando será permitido a aglomeração sem risco de contaminação e os almejados abraços.

Está quase no fim o ano que nunca imaginaríamos viver. Em 2020 testamos nossos limites, aprendemos a nos cuidar para não se infectar e transmitir um vírus que isolou o mundo.

Só neste ano nos isolamos em casa, presenciamos as crianças pararem de estudar, aprendemos a conviver com restrições de convivência social.  E com essas medidas vieram confinamento, solidão, mas também solidariedade e empatia e outros sentimentos que ainda estamos aprendendo a lidar.

Muitos perderam empregos, outros piores, foram parentes e familiares por conta da Covid que ainda circula.

Sobreviver não foi pouca coisa em um país que se destacou com o segundo lugar no número de casos no mundo. Mesmo com números estratosféricos de casos ainda não temos vacinação contra a doença, ainda que vivemos em um país com os melhores programas de imunização do mundo.

Mesmo assim conseguimos chegar até aqui com luta e criatividade para se adaptar ao ‘’novo normal’’.  O fim do ano chega e o medo de ser infectado e se infectar continua e o de perder o emprego também. Não sabemos como será a segunda onda da pandemia que os especialistas alertam, enquanto os caixas do Governo estão vazios. O auxílio emergencial chega ao final e com ele cresce a incerteza em milhares de brasileiros.

O ano termina, mas a pandemia continua, porém estamos aqui. Ainda não sabemos quando a pandemia termina, quando será permitido a aglomeração sem risco de contaminação e os almejados abraços.

Até agora podemos acreditar que um dia a pandemia vai acabar e contar com nossos amores, amigos e principalmente os nossos sonhos que ainda permanecem.

É nosso papel continuar cumprindo as medidas de prevenção no próximo ano. Apesar da dor, é hora de continuar usando os mesmos cuidados que vem dando certo em 2020 para nos ajudar a sobreviver em 2021.  E se no próximo ano os mesmos cuidados não forem efetivos, só nos resta não deixar de acreditar.


Deixe o seu comentário

sobre Larina Rosa

Larina Rosa é natural de Colorado do Oeste, Rondônia. Jornalista, redatora, repórter do Diário da Amazônia que acredita na luta contra a violência de gênero e igualdade de direito das mulheres na sociedade.

Arquivos de colunas