porto velho - ro, 02 Novembro 2019 00:55:06

    JoséLuiz

    coluna

    Publicado: 08/09/2019 às 06h00min

    A-A+

    Abertura oficial da 1ª Expo-Porto dia 2 de outubro

       Amacro          No próximo dia 17 de setembro, os governos do Amazonas, Acre Rondônia, tendo como representantes os..

       Amacro 

            No próximo dia 17 de setembro, os governos do Amazonas, Acre Rondônia, tendo como representantes os Secretários de Agricultura, Petrúccio Magalhães, Paulo Wadt e Evandro Pdovani firmam oficialmente em Brasília a criação do Consórcio que será conhecido como AMACRO (Amazonas, Acre e Rondônia), integrando os três estados no sistema produtivo do agronegócio. O Consórcio que terá o acompanhamento técnico da EMBRAPA, visa oferecer aos produtores rurais, principalmente aos pequenos e médios, o conhecimento necessário para desenvolver agricultura familiar, oferecendo melhores qualidades de vida com o desenvolvimento ambiental correto.  

            Semelhante 

            Conforme frisam os três Secretários que desenvolveram o projeto com o aval dos governadores, Marcos Rocha (Ro), Gladson Camelli (Ac) e Wilson Lima (Am), o AMACRO, tem semelhança com o Consórcio formado pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba) criado para desenvolver uma vasta região e que vem apresentando excelentes resultados em termos de produção agrícola, também com o apoio técnico da Embrapa. O AMACRO, surge com objetivo de proporcionar o desenvolvimento agrícola em regiões pouco exploradas racionalmente pela ausência dos poderes públicos. 

             Um exemplo 

            Na divisa de Rondônia e Acre, na região conhecida como Ponta do Abunã, tanto de um lado quanto de outro existem centenas de hectares de terras que podem produzir duas colheitas de feijão por ano, por suas condições climáticas favoráveis. Porém no lado Acreano, pela ausência de assistência técnica a produção ali é incipiente. Com o Consórcio firmado, técnicos Emater Rondônia poderão prestar assistência aos produtores rurais no estado vizinho. No Sul do Amazonas e na Boca do Acre, o intercâmbio técnico com certeza facilitará a vida de muitos produtores rurais, até então esquecidos.  

             Regularização fundiária 

           Na outra ponta da linha para agilizar a regularização fundiária, os governadores da região alcançadas pelo Consórcio AMACRO continuam contando com o apoio das bancadas federais no Congresso Nacional com objetivo de acelerar os processos que continuam emperrados no INCRA. Representando Rondônia no Senado Federal, o senador Acir Gurgacz (PDT), defende a bandeira da regularização fundiária para beneficiar centenas de famílias de agricultores que aguardam a mais de 40 anos seus títulos definitivos.   

         Tambaquizada 

          Ontem comemorando o dia da Independência, um grupo de profissionais da Rádio Nacional de Brasília, liderados pelos jornalistas, Marcelo Ferreira e Cleonice Borges, degustaram um churrasco de tambaqui de Rondônia assados na brasa, recheado com pirão apimentado e arroz branco. Isso ainda é resultado positivo, do “Festival de Tambaqui” realizado no mês passado na capital federal, com a presença do governador Marcos Rocha da Ministra da Agricultura Teresa Cristina e outras autoridades, onde foram distribuídas mais de 4 mil bandas do pescado rondoniense. 

             Expo-porto 

           O presidente da Associação dos Produtores Rurais de Rondônia, Adélio Barofaldi e Hélio Dias, presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Rondônia, estão se desdobrando para que no dia 2 de outubro tudo esteja às mil maravilhas para abertura oficial da 1ª Expo-Porto. O evento terá rodeios, exposições e vendas de animais de raças, implementos agrícolas, agroindústrias e comidas típicas e desfiles de muita gente bonita. 

          O pensador tinha razão 

          O jornalista, escritor e pensador Espanhol, Saramago Pinheiro, que viveu no século passado escreveu: “o gestor público, quando abre um sorriso para um rico arranja dois inimigos pobres”. Leonel Brizola, diria nos tempos atuais: “tu não há de ver tchê, que o Saramago tinha razão”.

     

            


    Escreva um comentário

    sobre José Luiz Alves

    José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.

    Arquivos de colunas