porto velho - ro, 08 Janeiro 2019 08:36:33

Silvio Santos

coluna

Publicado: 08/01/2019 às 08h36min

A- A+

Agora engriquilhou de vez a cultura em Porto Velho

Agora engriquilhou de vez a cultura em Porto Velho. Depois da nota distribuída pela assessoria da prefeitura, dando conta de que o..

Agora engriquilhou de vez a cultura em Porto Velho. Depois da nota distribuída pela assessoria da prefeitura, dando conta de que o prefeito Hildon Chaves não vai passar nenhum tostão para as escolas de samba; o pau quebrou nas redes sociais.

*********

O mais interessante, é que, não é o pessoal das escolas de samba e nem da Fesec o responsável pela postagem na qual, alguém pede para assinarem um abaixo-assinado que será entregue ao prefeito, pedido a “cabeça” do Ocampo Fernandes da  presidencia da Funcultural.

*********

Em nosso zap zap, caiu a solicitação, para que assinássemos o tal abaixo-assinado, isso foi sábado a tarde.

********

Ontem segunda feira dia 07, outra mensagem dando conta que o responsável pela postagem, havia protocolado na Câmara de Vereadores o ABAIXO-ASSINADO com 315 assinaturas e que uma cópia foi protocolada no Gabinete do Prefeito.

********

Na realidade, nossas fontes garantem, que na Câmara de Vereadores o documento foi entregue apenas aos vereadores, que querem que o prefeito exonere o Ocampo da Funcultural.

********

Acontece que esse abaixo-assinado também foi parar no grupo dos carnavalescos ligados as Escolas de Samba e também no grupo do pessoal da Federon que reúne Quadrilhas e Bois Bumbás.

********

Essa turma pode até não ter assinado o documento, solicitando a cabeça do Ocampo, mas, nos comentários, a maioria é a favor da queda do Ocampo. Quer dizer, meu amigo Ocampo não está tão bem na foto perante o pessoal do segmento CULTURA POPULAR que engloba os militantes das escolas de samba, quadrilhas e bois bumbás. Olha que é muita gente.

********

Por outro lado, no face alguém criou a CONTA #FicaOcampo que também está com boa adesão. Dizem as “matildes’, que essa RESTEGUE  é de responsabilidade dos roqueiros que atuam em bandas de Porto Velho.

********

O certo é que a “briga tá feia”, a maioria a favor da exoneração do Ocampo da presidência da Funcetur e outra parte, pedindo pro prefeito deixar ele la.

********

Posso garantir que o Ocampo está esperando essa exoneração faz algum tempo. Foi ele quem me disse isso no final do ano passado. Nós também sabíamos, pois quando se trata de uma notícia do gênero, por mais que esteja sobre a proteção do “sigilo”, vaza como vazou ha alguns meses, a notícia de que o prefeito, iria exonerar o Ocampo, porém, criaria a Fundação Madeira Mamoré para administrar a reforma do complexo ferroviário. A obra da reforma já começou e até hoje não foi criada a tal Fundação da qual o Ocampo seria nomeado presidente e por isso, teria que deixar a Funcultural.

**********

Aí tá dando outra “zica” pro lado do Ocampo, pois, segundo se fala, entre os vereadores que querem que o prefeito o exonere, existe um, que também quer indicar o administrador da reforma da Madeira Mamoré. Daí meu irmão o negócio vira briga de “cachorro” grande.

*********

Enquanto esses caras brigam, quem fica tal qual “cego” em tiroteio, é a comunidade das Escolas de Samba… que está sem saber pra quem apelar!

*********

Pois, se o prefeito não quer repassar recursos para as escolas de samba montarem parte de seus enredos, por outro lado, não tem, quem chegue até ele e explique que os desfiles das escolas de samba, é tradicional no carnaval de Porto Velho.

*********

Nosso alcade está tão ‘invocado’ com as nossas ESCOLAS DE SAMBA, que foi até o CPA pedir pro governador também não apoiar nosso carnaval. É que nem pau podre, “cai e derruba os outros”.

*********

Um assessor do governador me ligou sábado a tarde, dando conta  (jurando de pés juntos), de que o governador não falou de jeito maneira, o que a assessoria do prefeito divulgou. Ou seja, Marcos Rocha não disse que também não apoiaria o CARNAVAL de |Porto Velho. Então a matéria da prefeitura é Fake News.


Escreva um comentário

sobre Silvio Santos

Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

Arquivos de colunas