porto velho - ro, 11 Junho 2019 16:37:13
Agronegócio

Agricultura alerta sobre cuidados com defensivos no Brasil

O governo está preparando uma medida legislativa para, em parceria com as entidades do setor, redobrar os cuidados

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 30/05/2019 às 10h55min

Se preferir, ouça a versão em áudio

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse, durante a abertura da Semana Nacional dos Orgânicos, segunda-feira, que o governo está preparando uma medida legislativa para, em parceria com as entidades do setor, redobrar os cuidados com os agricultores que aplicam os defensivos no Brasil.

Foto: Divulgação

“Eles precisam de informação e de equipamentos adequados de proteção; é inaceitável que haja contaminação, não podemos mais permitir isso. É aqui que verdadeiramente ocorre o problema – e não na mesa do consumidor”, comentou ela ao mencionar que, assim como o

corre com os agroquímicos, os biodefensivos também precisam ser aplicados com uma série de cuidados para não haver riscos de contaminação.

Em seu discurso, a ministra criticou o que chamou de fake news sobre a qualidade dos alimentos produzidos no Brasil. Segundo ela, o Ministério da Agricultura garante a qualidade e a segurança não só dos orgânicos, mas dos alimentos convencionais também.”Considero um desserviço ao país, uma ação lesa-pátria a campanha massiva de desinformação que alguns brasileiros de renome, inclusive com função pública, têm feito na internet contra a qualidade dos nossos alimentos. Eu quero dizer a eles que nossos concorrentes agradecem”, ressaltou.

Orgânicos na mira

A ministra também anunciou que o governo quer incentivar que mais orgânicos cheguem à merenda escolar. Ela disse que pediu aos secretários do Ministério que trabalhem com as demais pastas, usando as políticas públicas já existentes que priorizam como fornecedores programas sociais de governo os agricultores familiares e já permitem a compra de produtos orgânicos. “Estamos aqui para incentivar cada vez mais que a alimentação saudável chegue à mesa de todos os brasileiros, principalmente às nossas crianças e jovens. Somos mães, avós, e, por mais que tenhamos conquistado novas tarefas profissionais, nós, mulheres, nunca deixamos de nos preocupar com a qualidade da nutrição das nossas famílias; essa é uma responsabilidade ancestral que continuamos a carregar conosco”, disse.



Escreva um comentário