porto velho - ro, 02 Novembro 2019 00:36:22

    SilvioSantos

    coluna

    Publicado: 10/09/2019 às 07h05min | Atualizado 10/09/2019 às 07h49min

    A-A+

    Hoje festejamos os 80 anos do carnavalesco Antônio Chagas

    Hoje festejamos os 80 anos de idade, do carnavalesco Antônio Chagas Campo o melhor entre os melhores Mestres Salas que já desfilaram..

    Hoje festejamos os 80 anos de idade, do carnavalesco Antônio Chagas Campo o melhor entre os melhores Mestres Salas que já desfilaram pelas escolas de samba de Porto Velho.

    **********

    Cabeleira – O Magnifico Mestre Sala, assim é como é conhecido nosso querido amigo Cabeleira. Na realidade, ele foi o primeiro a desfilar como Mestre Sala em uma escola de samba de Porto Velho, justamente a escola que ele ajudou a criar juntamente com o Bainha, Valério, Ricardo e Tário de Almeida Café no ano de 1958 a Diplomatas do Samba.

    *********

    Cabeleira foi presidente da escola e também criou a Federação das Escolas de Samba de Rondônia – Fesec, além de ter sido presidente da Associação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Rondônia – AESB

    **********

    Cabeleira também foi e é Presidente da Escola de Samba Acadêmicos do Armário Grande. Da turma antiga das escolas de samba, apenas três continuam militando em alguma agremiação carnavalesca: O próprio Cabeleira, Bainha e o Silvio Santos.

    **********

    Apesar do aniversário ser hoje dia 10 de setembro, a festa só vai acontecer no próximo sábado. Com a participação da família do Cabeleira e da escola de samba Os Diplomatas. Parabéns amigo!

    **********

    Por falar em festa, vocês viram a festa que os Acreanos fizeram ou montaram, para assistir seu representante na festa em comemoração aos 50 anos do Jornal Nacional da TV Globo?

    **********

    Rio Branco praticamente parou para assistir o Ayres Rocha apresentando o JN na noite de sábado 7 de setembro. Só não foi decretado feriado porque já era feriado. Muitas pessoas se reuniram em frente a um TELÃO montado na praça de alimentação do shopping da cidade e aplaudiram de pé, quando o Ayres apareceu na bancada do JN ao lado da Jéssica Senra da Bahia.

    **********

    No próximo final de semana, sábado dia 14, será a vez da representante do estado do Amazonas Luana Borba dividir a bancada com o Sandro Dalpícolo representante do Paraná.

    **********

    E no dia 21, nossa queridíssima Ana Lídia Daibes é quem vai mostrar o talento dos jornalistas de Rondônia sendo a responsável pela apresentação do Jornal Nacional ao vivo. Quem vai dividir a bancada do JN com Ana Lídia é o jornalista do Espírito Santo Philipe Lemos.

    **********

    Com certeza, os telespectadores de Porto Velho e de Rondônia como um todo, não se concentrarão a frente de um telão seja em qualquer lugar. Vamos Todos assistir no aconchego das nossas salas e apartamentos.

    **********

    A diferença entre os telespectadores de Acre e Rondônia é fácil de explicar. Os Acreanos são raízes, (são PO) quer dizer, a maioria nasceu e se criou no estado do Acre.

    **********

    Já Rondônia. é fruto de migração e imigração. Porto Velho em especial, nasceu sob a égide da construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e já nasceu cidade cosmopolita, ao receber gente de mais de 50 países. Em Porto Velho não foi derramada nenhum gota de sangue (a não ser as sugadas pelos carapanãs) e nem aconteceu nenhuma brigazinha de alguém contra alguém pelo título de libertador da cidade (A maior pendenga foi a comandada pelo Major Guapindaia com a direção da empresa construtora da Madeira Mamoré que gerou a famosa linha divisória), como aconteceu no Acre quando os brasileiros conquistaram ou tomaram dos bolivianos.

    ***********

    Noventa e nove por cento dos acreanos nasceram no Acre daí o amor por suas origens. O maior orgulho dos rondonienses é o Hino Céus de Rondônia o resto é gado e agora soja.

    *********

    De qualquer maneira, vamos pelo menos assistir a Ana Lídia no próximo dia 21, na Bancada mais famosa do Brasil a do Jornal Nacional ao Vivo.

    *********

    Apenas pra lembrar! Não existe Rondoniense PO!


    Escreva um comentário

    sobre Silvio Santos

    Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

    Arquivos de colunas