Porto Velho/RO, 19 Fevereiro 2021 08:20:30

CarlosSperança

coluna

Publicado: 19/02/2021 às 08h19min | Atualizado 19/02/2021 às 08h20min

A-A+

Amazônia ganhará com indicação do senador Acir Gurgacz para a Comissão de Agricultura

Crime e castigo Se na Deep Web está localizado o grosso dos crimes cibernéticos, originando bolhas radicais e violentas, na Deep..

Crime e castigo

Se na Deep Web está localizado o grosso dos crimes cibernéticos, originando bolhas radicais e violentas, na Deep Amazônia se concentra o cerne dos crimes ambientais e atrocidades cometidas contra os povos da floresta. Essas profundezas infernais não são o domínio de entidades fantasmagóricas e apocalípticas. São atos cometidos de caso pensado e com horrendas más intenções por seres humanos que se julgam acima das leis e imunes a elas.

É da Deep Web que partem as mais violentas agressões à democracia e há pouco se soube que não são menores nem menos preocupantes as consequências das ilegalidades cometidas na Deep Amazônia. Estudo publicado na revistaSoil Biology and Biochemistry por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) revela que o desmatamento na Amazônia causa um aumento na diversidade de bactérias resistentes a antibióticos, o que vai exigir remédios mais complexos e caros.

O estudo não é definitivo quanto à origem das novas e piores cepas do Coronavírus que recentemente assombraram o mundo, multiplicando a mortalidade, mas é indicativo de que enfermidades causadas por agentes externos tendem a piorar com o aumento da resistência dos micróbios aos medicamentos, havendo maior impacto sobre o sistema imunológico abalado por costumes pouco saudáveis vindos do consumismo desenfreado. 

……………………………………………………………..

Fora de controle

A incapacidade das autoridades sanitárias em frear a expansão do covid no estado e a segurança seriamente afetada também pela pandemia, exige dos mandatários uma união de esforços em Rondônia, o que não está ocorrendo e por causa de questões políticas  está harmonia dificilmente será estabelecida em Porto Velho. Enquanto isto o coronavirus segue desenfreado e as facções criminosas tomando conta dos conjuntos habitacionais mais populosos. E a capital rondoniense virou uma terra sem lei e sem saúde.

Acre lascado

Situação pior mesmo que nossa amada e idolatrada Rondônia, está o vizinho Acre, do governador Gladson Camelli. O estado vivencia enchentes na capital do estado, Rio Branco, com o rio Acre e em Cruzeiro do Sul, na fronteira com o Amazonas, com o Rio Juruá. Não bastasse, a pandemia do coronavirus disparou, a dengue se transformou numa outra pandemia e ainda existe uma crise migratória para ser administrada na fronteira com o Peru. Nossa solidariedade também aos irmãos acreanos. 

Poder feminino

As mulheres sempre foram bem avaliadas e eleitas no Cone Sul rondoniense de Rondônia, como já ocorreu em suas principais cidades, Vilhena e Colorado do Oeste. Atualmente a região tem o maior índice de prefeitas no estado: a metade dos municípios da região. São Sheila Rosso (DEM) em Chupinguaia, Lisete Martins (PV) em Cerejeiras e Valquíria Garcia (PP) em Pimenteiras. Também temos da região uma das duas deputadas estaduais com mandato eletivo, a palamentar Rosangela Donadon.

Comissão da agricultura

O senador Air Gurgacz (PDT-RO) que na sua gestão entre 2016 a 2108 teve destacada atuação na Comissão de Infraestrutura do Senado, vai assumir o comando da Comissão da Agricultura que será instalada nos próximos dias. Com isto a Amazônia ganha força política para ampliar a regularização fundiária, uma questão que preocupa seriamente os rondonienses. Só em nosso estado cerca de 100 mil propriedades precisam ser tituladas e a articulação política de Acir com a bancada federal será extremamente importante neste sentido.

Opção certa

A ex-vereadora Cristiane Lopes, que disputou a prefeitura de Porto Velho, obtendo uma estupenda votação tomou a opção política certa ao ingressar no Podemos e deixar o clã Cassol e o seu PP. Com Leo Moraes disputando o Senado, o partido abre a chance da comunicadora se eleger deputada federal com o apoio do destacado parlamentar. Permanecendo no PP disputaria a Câmara dos Deputados com Jaqueline Cassol, com toda estrutura da milionária família da Zona da Mata. No Podemos, Cristiane ficará mais confortável para se eleger deputada estadual ou federal – e com boas perspectivas.

Via Direta

 *** Em Rondônia o Rio Madeira ainda não dá pinta de que teremos cheia como está ocorrendo no vizinho Acre. O nível ainda está abaixo do que o verificado no ano passado*** Em Porto Velho o governo do estado e a prefeitura da capital seguem remando em direções opostas o que tem preocupado a população. Até no carnaval foram adotadas medidas antagônicas*** Pela prefeitura, rolaram os pontos facultativos e comércio fechado, pelo governo do estado o funcionalismo trabalhou normalmente e o comércio com as portas abertas*** A China está preocupada com a femenilização dos meninos nas suas escolas e prepara um amplo programa educacional para tornar os meninos mais viris*** Deixem o Bolsonaro saber disto! Fará a mesma coisa nas escolas brasileiras, onde o fenômeno também tem crescido muito nos últimos anos nas escolas brasileiras.

 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas