porto velho - ro, 17 Abril 2019 07:04:58
Cidades

Áreas públicas recebem nova ação de limpeza

Vilhena tem mais de 16 mil lotes vagos, destes cerca de 200 são da prefeitura.

Por Redação
A- A+

Publicado: 17/04/2019 às 07h04min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Com cerca de 200 áreas reservadas para futuros equipamentos públicos, a prefeitura de Vilhena trabalha há cerca de duas semanas, pela terceira vez no período chuvoso, na limpeza delas para garantir a segurança da população. Durante a estação das águas o mato cresceu rapidamente e, apesar das máquinas da Secretaria de Obras não pararem, a luta contra a vegetação neste clima é difícil, porém incessante.

Os terrenos particulares representam 99% do total de lotes vagos na cidade de Vilhena. – Foto: Divulgação

“Vamos limpar todos os terrenos que são da prefeitura e, depois, será a vez de executar a limpeza em terrenos particulares que foram notificados pela fiscalização. Temos que fazer o dever de casa e também cobrar a colaboração de todos. Infelizmente, gostaríamos de mobilizar essas equipes e máquinas para outras obras, mas teremos de limpar terrenos particulares também que representam perigo para a vizinhança”, explicou o prefeito Eduardo Japonês.

Há atualmente cerca de 16 mil terrenos vazios particulares na cidade. A sujeira, o depósito de lixo e o crescimento da vegetação nas áreas vazias da cidade colabora para a proliferação de doenças e, por isso, a prefeitura está fazendo uma nova rodada de fiscalização com notificações e multas nos terrenos privados da cidade, que representam 99% de todos os lotes vagos.

O secretário de Obras, Carlos Schramm, ressalta que a responsabilidade dos moradores é grande, porém indispensável para a manutenção da fama do Portal da Amazônia como uma das cidades mais limpas do Estado. “A população deve estar sempre alerta para não jogar lixo em locais impróprios e também para cobrar de seus vizinhos o mesmo. Temos de fiscalizar uns aos outros, afinal, somos 100 mil pessoas que precisam se ajudar”, disse.

Há atualmente cerca de 16 mil terrenos vazios particulares na cidade. “A população deve estar sempre alerta para não jogar lixo em locais impróprios e também para cobrar de seus vizinhos o mesmo. A cidade é nossa e caso alguém veja moradores que estejam descumprindo as leis, procurem Polícia Ambiental ou até mesmo a Secretaria de Obras pelo telefone 3321-2665”, finalizou o secretário Carlos Schramm.



Escreva um comentário