porto velho - ro, 10 Outubro 2018 17:53:55
Cidades

Asdaco é beneficiada com doação de cupons

Muitas pessoas já devem ter visto nos mercados de Cacoal algumas urnas com a inscrição ‘Nota Legal’, mas o que muitos não sabem é..

Por Magda Oliveira Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 13/02/2018 às 05h05min

Muitas pessoas já devem ter visto nos mercados de Cacoal algumas urnas com a inscrição ‘Nota Legal’, mas o que muitos não sabem é que o depósito dos cupons fiscais da compra nessas urnas, podem ajudar financeiramente o Hospital do Câncer São Daniel Comboni.

De acordo a gerente da Associação Assistencial à Saúde São Daniel Comboni (Asdaco), mantenedora do hospital, Aparecida de Miranda, para ajudar o cliente precisa apenas depositar na urna o cupom fiscal da compra sem o preenchimento do Cadastro Pessoa Física (CPF).

O programa Nota Legal foi desenvolvido pelas Secretarias da Fazenda de diversos municípios brasileiros. O objetivo é desestimular a sonegação de impostos de estabelecimentos por meio de um incentivo material aos consumidores destes locais.

De acordo com a gerente, há alguns anos o Hospital São Daniel Comboni se cadastrou ao programa e desde então passou a receber incentivos financeiros pelos cupons fiscais lançados no programa. “Ao realizar as compras, o consumidor recebe uma nota fiscal. Para ajudar o hospital, basta não colocar o CPF e depositar esse cupom nas urnas com o slogan dos programas existentes nos mercados”, explicou Miranda.

Valores

Segundo a gerente, os valores recebidos pelas notas são baixos, cerca de 0,001% de cada nota cadastrada é revertida em valores financeiros para a entidade. “Nós do próprio hospital recolhemos as notas depositadas nas urnas e cadastramos no programa. Isso é feito a cada seis meses ou um ano. Cada nota reverte valores baixos, porém somado a longo prazo ajuda muito o hospital”, destacou.

Aparecida pede a população que sempre que realizar as compras nos comércios que tenham urnas do Nota Legal, exijam os cupons fiscais e depositem em favor do Hospital São Daniel Comboni.



Escreva um comentário