Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 18:55:08

J.Nogueira

coluna

Publicado: 02/07/2021 às 10h27min | Atualizado 02/07/2021 às 10h28min

A-A+

Associação pede apoio ao Poder Público

Com quase 700 Bombeiros Civil devidamente formados e menos de 10% inseridos no mercado de trabalho, a Associação dos Bombeiros Civil de..

Foto: Divulgação

Com quase 700 Bombeiros Civil devidamente formados e menos de 10% inseridos no mercado de trabalho, a Associação dos Bombeiros Civil de Ji-Paraná, voltou a pedir apoio do Poder Público local, prefeitura e Poder Legislativo (Câmara de Vereadores). O objetivo é tentar conseguir aprovar uma lei que passa facilitar a contratação desses profissionais como forma de prevenção de segurança em diversas áreas. A informação foi passada pelo presidente da entidade, Valcir dos Santos.

Segundo ele, a falta dessa regulamentação por parte do Poder Executivo com o Poder Legislativo, faz com que muitos que investiram na formação, acabem abandonando a área por total descrédito. “O exercício da profissão de Bombeiro Civil foi regulamentado em âmbito nacional pela Lei Federal nº 11.901/09, que definiu o mesmo como aquele que, habilitado nos termos da Lei, exerce, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado”, lembra o presidente.

A Associação dos Bombeiros Civil de Ji-Paraná foi criada há mais de oito anos. Valcir dos Santos disse que a situação dos associados ficou ainda mais dramática com a chegada da pandemia do novo Coronavírus. Um exemplo claro aconteceu no início do ano passado, quando trabalhavam nove Bombeiros Civil e sete deles acabaram sendo dispensados. “Aquele momento já não era dos melhores com a suspensão dos voos no aeroporto José Coleto”, lamentou.

O presidente ainda declarou que caso o Poder Legislativo aprecie o projeto que foi apresentado, ainda quando a deputada federal Silvia Cristina era membro da casa (vereadora), muitos associados já poderiam estar trabalhando em diversas empresas, e até mesmo auxiliando a Defesa Civil do município na época de inverno, quanto no verão, e ainda, ao menos um atuar em cada órgão público da prefeitura. “Ainda estamos sonhando com a criação da Brigada de Incêndio”, disse esperançoso, e completou: “Ji-Paraná conta com mais de 140 mil habitantes, diversos órgãos públicos, mais de uma centena de empresas, entre as quais clubes, balneários e casas de shows. Todos precisam de um Bombeiro Civil”. De acordo com a Lei Federal que criou o Bombeiro Civil, formado o mesmo pode proteger pessoas e patrimônios contra riscos de acidentes (incêndios e vazamentos), salvar vida de pessoas em terra, água, alturas e presta primeiros socorros quando necessário, além de realizar inspeção e testes em equipamentos de segurança. (A.I)


Deixe o seu comentário

Arquivos de colunas