porto velho - ro, 20 Setembro 2019 19:40:15
    Diário da Amazônia

    Barco Deus é Amor segue transportando produção agrícola

    Produtores rurais de regiões ribeirinhas do Baixo Madeira têm à disposição o barco Deus é Amor para o transporte da produção agrícola.

    Por Assessoria
    A-A+

    Publicado: 19/08/2019 às 14h57min | Atualizado 19/08/2019 às 14h58min

    Desde o início do mês de agosto os produtores rurais de regiões ribeirinhas do Baixo Madeira têm à disposição o barco Deus é Amor para o transporte da produção agrícola.

    O transporte é gratuito e a iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), tem a intenção de baratear os custos da produção e logo, o preço final ao consumidor, que vai levar para a mesa produtos mais saudáveis e da própria região.

    Foto: Arquivo Secom

    “O Governo do Estado tem interesse em ajudar no escoamento da produção das famílias ribeirinhas, portanto, as viagens do barco vão acontecer até dezembro, seguindo o cronograma. Temos a parceria da Emater, que fará um diagnóstico da cadeia produtiva para definir as ações e fomento da produção agrícola na região do Baixo Madeira. Com esse trabalho, poderemos criar estratégias para que essas famílias saiam da produção de subsistência para o mercado competitivo”, esclareceu Victor Paiva, coordenador da Agricultura Familiar (Cafamiliar).

    De acordo com o calendário o Deus é Amor fará duas viagens por mês. Na primeira quinzena sai de Porto Velho com destino à comunidade de Rio Preto, e na segunda quinzena, de Porto Velho à Monte sinai, no Rio Machado. No percurso o barco passa pelas localidades de São Miguel, Mutuns, Cujubim, Cujubizinho, Itacoã, Bom Serazinho, Brasileiro, São Carlos, Primor, Terra Caída, Curicacas, Bom Será, Boa Hora, Boa Vitória, Nazaré, Tira Fogo, Ilha de Iracema, Santa Catarina, Conceição da Galera, São José da Praia, Papagaios, Calama e Demarcação.

    São transportados banana, farinha de mandioca, laranja, farinha de tapioca, melancia, castanhas, polpas de frutas, tucupi e alguns tipos de verduras e legumes. Nos locais de difícil acesso, uma lancha faz o transporte dos produtos até a embarcação, que tem a capacidade para transportar 100 toneladas.
    A embarcação saiu ontem do Porto do Cai N`água às 11 horas da manhã até a comunidade de Monte Sinai. Além de transportar a produção agrícola, o barco continua com o trabalho de transporte de ribeirinhos para a capital.



    Escreva um comentário