porto velho - ro, 13 Setembro 2019 11:11:22
    Geral

    Barragem se rompe em Rondônia e deixa famílias isoladas

    O rompimento de uma barragem no município de Machadinho d’Oeste, em Rondônia, deixou ao menos 100 famílias isoladas. A Policia..

    Por Redação e AI Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 30/03/2019 às 17h00min | Atualizado 30/03/2019 às 17h03min

    O rompimento de uma barragem no município de Machadinho d’Oeste, em Rondônia, deixou ao menos 100 famílias isoladas. A Policia Ambiental informou que não há feridos ou mortos.

    Segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental do governo de Rondônia, uma tromba d’água atingiu ontem a estrutura de uma barragem no distrito de Oriente Novo e provocou a ruptura.

    A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) informou que na tarde de sexta-feira (29), ocorreu o rompimento de uma barragem localizada no distrito de Novo Oriente, zona Urbana de Ariquemes. Assim que tomou conhecimento do fato, a Sedam, juntamente com o Ibama, deu início a uma força tarefa para dimensionar os impactos ambientais e materiais causados pelo rompimento.

    Ainda segundo a Sedam, caso tenha sido a barragem de rejeito mineral afetada, o material nela contido é constituído basicamente de areia e argilas, sem a presença de metais pesados na sua constituição, não oferecendo, assim, risco de contaminações para os seres vivos.

    A Secretaria já está realizando o levantamento dos dados da barragem no Sistema de Gerenciamento de Barragem de Mineração (SIGBM) e na Agencia Nacional de Mineração (ANM), juntamente aos órgãos responsáveis pelas vistorias e monitoramento para oferecer informações técnicas seguras e oficiais à população.

    Pesquisadores afirmam que o rompimento da barragem foi impulsionado por desmatamento. Machadinho D’Oeste ocupava em 2007 o 15º lugar no ranking de municípios que mais desmatam no Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente. Uma pesquisa divulgada em 2018, diz que a Floresta Amazônica pode virar cerrado por causa da degradação ambiental

    A Sedam informa, ainda, que no site da Coordenadoria de Recursos Hídricos (Coreh) há todas as informações referentes à segurança de barragens.



    Escreva um comentário