Porto Velho/RO, 07 Agosto 2020 20:55:34
Esporte

Bittencourt quer equipe completa contra a Ponte

O Vilhena Esporte Clube não se descuidou para o jogo de volta contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas interior de..

A- A+

Publicado: 01/04/2015 às 03h15min | Atualizado 29/04/2015 às 01h21min

O Vilhena Esporte Clube fez jogos-treinos para se preparar para a Ponte

O Vilhena Esporte Clube fez jogos-treinos para se preparar para a Ponte

O Vilhena Esporte Clube não se descuidou para o jogo de volta contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas interior de São Paulo. O técnico Márcio Bittencourt avaliou durante a semana o jogo em que a Ponte Preta perdeu no último domingo contra o XV de Piracicaba e acredita que o Vilhena Esporte Clube terá chances por conta do esquema que montou, mas principalmente, pela obediência tática dos jogadores. “Não adianta nada eu estudar um esquema e os jogadores não cumprir à risca as instruções, tenho confiança em todos e, por isso, o otimismo é muito grande”.

Para o experiente técnico do Vilhena Esporte Clube avaliou nos jogos amistosos antes do embate, o comportamento de todos os jogadores, os novatos e os mais experientes e concluiu que esta mistura de garra e determinação com os mais “calejados” poderá ser determinante ao que pretendemos”, disse Márcio Bittencourt.

O que tem animado o técnico do VEC foi o último jogo-treino, quando fez uma mistura de jogadores já consagrados no time e a nova safra, que se saiu muito bem, na goleada contra outra equipe de Vilhena. “A experiência foi boa pelas circunstâncias, a chuva torrencial que desabou sobre o estádio, deixando o campo pesado e encharcado e os novatos jogaram com muita naturalidade, espero que isto ocorra contra o time da Ponte Preta”.

Sobre a composição do time que entrará em campo contra a Macaca, amanhã, quinta-feira, dia dois de abril, em Campinas, o técnico não descarta a hipótese da entrada de Diego Siqueira para reforçar o meio de campo. Quanto à posição de goleiro, ainda paira o mistério.

“Ou vamos com os três atacantes, como a gente jogou aqui, ou entra o Diego, daí a gente joga com dois atacantes, com um time um pouco mais resguardado defensivamente para poder sair no contra-ataque”, analisou Bittencourt.



Deixe o seu comentário