porto velho - ro, 10 Janeiro 2019 07:17:20

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 10/01/2019 às 07h00min

A- A+

Bons livros sobre a Amazônia revelam o dinamismo cultural

Experiências amazônicas Uma enxurrada de bons livros sobre a Amazônia revela o dinamismo cultural da região e o início de reflexões..

Experiências amazônicas

Uma enxurrada de bons livros sobre a Amazônia revela o dinamismo cultural da região e o início de reflexões sobre as formas e as consequências de sua ocupação. Separadas ou misturadas, cada uma das formas de iniciativa privada ou de ação estatal merece avaliação acurada, até porque muitos problemas daquela época ainda persistem.

Tratando destas questões, em preparação para lançamento está o livro Amazônia: Dinâmicas Agrárias e Territoriais Contemporâneas, obra organizada pelos professores Ricardo Gilson da Costa Silva (Unir), Luís Augusto Pereira Lima, do programa de pós-graduação em geografia da Unir, e Francilene Sales da Conceição, da Ufopa.

Vale dizer que fim de década obriga a reflexões sobre o que se fez em dez anos e esse novo livro tratará justamente das consequências atuais.

A psicóloga Marlene Iucksch vem de apresentar sua interessante obra Guaporé – Aventuras e Desventuras de Duas Mulheres da Geração Ditadura à Procura de um Outro Brasil. A viagem das duas mulheres pela Amazônia no ano em que Rondônia obteve sua autonomia política – 1982 – já seria interessante por si mesma. Mas vai além, traçando o retrato de uma época em que cada cidadão tinha a consciência e o orgulho de estar construindo uma nova unidade da Federação.

…………………………………….

A regularização

Quero parabenizar a gestão do prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB) pelos avanços na regularização fundiária urbana, um segmento que não funcionou bem na administração anterior, do então prefeito Mauro Nazif (PSB) e que começa agora a render bons resultados. Méritos também, na jornada da revisão do Plano Diretor, que avançou bastante desde o ano passado.

Emir Sfair

Nascido em 7 de janeiro de 1936, nosso diretor fundador Emir Sfair, completaria 83 anos na última segunda-feira. Falecido em 1998, ele deixou saudades, e as lembranças são as melhores possíveis, seja em Cascavel, onde idealizou o nascimento deste Diário com o Grupo Eucatur, ou na sua passagem por Rondônia, onde deixou muitos amigos. Fica o registro, a lembrança, a saudade.

Jogo de estratégia

O que rola nos bastidores é que o governador Marcos Rocha não terá dificuldades com a Assembleia Legislativa nos primeiros 100 dias, mesmo sem base parlamentar governista para a sustentação de suas iniciativas. No entanto, em seguida o pau vai comer, e aí, então, o mandatário vai entender como toca a banda nas relações entre o Executivo e o Legislativo nestas paragens.

As emendas

Ainda me reportando a falta de articulação do governador com a classe política, ele simplesmente não esta dando a mínima para os senadores eleitos Confúcio Moura (MDB) e Marcos Rogério (DEM) e para os deputados federais eleitos no ano passado. É um equivoco lamentável já que os governadores dependem muito dos recursos oriundo das emendas parlamentares da bancada federal.

Vetos elogiáveis

Por outro lado, são elogiáveis os primeiros vetos do governador Marcos Rocha relacionados a projetos aprovados na Assembleia Legislativa que tinham como objetivo beneficiar com nova pensão  a deputados estaduais, conselheiros do TCE, membros do TJ e MP. Mostra que ele é bem intencionado e merece todo apoio da opinião pública diante do que ele vai ter pela frente.

Via Direta

*** Numa gangorra o Rio Madeira vai subindo e baixando em Porto Velho deixando nossos ribeirinhos de cabelos em pé *** A classe média, que influenciou diretamente na eleição de Bolsonaro vai  também ajudar a pagar a conta da falta de recursos *** Não terá mais juros baixos na aquisição da Casa Própria pela Caixa Econômica Federal  *** Janeiro é o auge da estação das chuvas e quem paga o pato são as mãezinhas dos prefeitos *** Època onde muitos titulares viajam, estrategicamente…  


Escreva um comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas