Porto Velho/RO, 06 Setembro 2021 17:33:41
Polícia

BR-364 é interditada por moradores do bairro Fortaleza

A manifestação durou cerca de duas horas.

Por Woarlen Watanabe Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 11/02/2017 às 09h00min

Na tarde de ontem moradores do bairro Fortaleza, localizado na zona Leste de Porto Velho interditou pela terceira vez as duas vias da BR-364, com um protesto em busca de justiça e pedido de apoio para a construção de uma passarela no local. A manifestação durou cerca de duas horas. A revolta dos moradores foi ocasionada pelo acidente que levou a óbito a jovem Auricélia Cardoso Soares, de 15 anos, na última quarta-feira (8).

Na manifestação estavam presentes os familiares de Auricélia Cardoso, e de todos os lados manifestantes gritavam pedido de justiça. Antônio Soares, o pai, pedia ajuda em forma de apelo.

“Eu peço que tenha melhoria na rodovia, a gente não pode ficar quieto, se não mais acidentes vão acontecer, mais vítimas vão ter. Meu apelo é que façam algo para nossa segurança. Enquanto não tivermos uma solução, vamos continuar fazendo o protesto”, disse Antônio.

Para interditar as pistas da rodovia, foram usados pneus, pedaços de madeira, lixo e para impedir a passagem atearam fogo. O que chamou a atenção do Corpo de Bombeiros que se fez presente, além da Polícia Militar (PM) e a Companhia de Operações Especiais (COE).

As manifestações só tiveram fim por volta das 18h20 onde o inspetor Saraiva, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), garantiu que na segunda-feira (13) vai reunir-se com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) e nessa reunião será definido um cronograma de ação para a construção de lombadas e um projeto para uma futura passarela, enfatizou que serão colocados nas vias redutores de velocidade.



Deixe o seu comentário