porto velho - ro, 11 Outubro 2018 17:25:46
Economia

Brasil tem 62,4 milhões de pessoas com contas atrasadas

Os números se manteram os mesmo em setembro em comparação ao mês anterior, mas houve crescimento comparado com setembro do ano anterior

Por Notícias r7
A- A+

Publicado: 11/10/2018 às 17h25min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Desemprego em alta prejudica a capacidade de pagamento.

O número de brasileiros com alguma conta em atraso ficou estagnado em 62,4 milhões — o equivalente a 40,6% da população adulta — na passagem de agosto para setembro.

Na comparação com setembro do ano passado, o total de brasileiros inadimplentes subiu 3,9%, conforme levantamento da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), em parceria com o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito).

Segundo o presidente da CNDL, José Cesar da Costa, o desemprego elevado e a renda ainda abaixo dos patamares anteriores à crise seguem prejudicando a capacidade de pagamento dos consumidores.

“Esse quadro só deve ser revertido com a melhora do mercado de trabalho, o que exige por sua vez uma recuperação econômica mais vigorosa”, diz o executivo, ao comentar o resultado do levantamento.

O balanço abrange desde dívidas bancárias – como faturas atrasadas de cartão de crédito e empréstimos bancários não pagos – a crediários abertos no comércio e dívidas com empresas que prestam serviços de telefonia, TV por assinatura e internet.

Na comparação com setembro de 2017, as dívidas bancárias — entre cartão de crédito, cheque especial e empréstimos — subiram 8,5% no mês passado, a alta mais expressiva.

Já o número de brasileiros que atrasaram pagamento de crediários no comércio mostrou queda de 6,1%. Nas contas de serviços básicos, como água e luz, houve queda de 1,1% no total de consumidores em atraso.



Escreva um comentário