porto velho - ro, 19 Março 2019 00:18:53

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 30/12/2018 às 07h15min

A- A+

Cada vez que dou um posto vago, faço cem descontentes e 1 ingrato

Todos no mesmo barco Ao completar as equipes de governo – ministério e secretariado – o presidente Jair Bolsonaro e o governador..

Todos no mesmo barco

Ao completar as equipes de governo – ministério e secretariado – o presidente Jair Bolsonaro e o governador Marcos Rocha, como seus homólogos pelo país, escolheram os melhores para cada função de acordo com seu julgamento, levando em conta apreciações de correligionários e amigos. Para cada função sempre há várias possibilidades, cada qual com seu próprio lobby. Com isso, a montagem e um gabinete enfrenta sempre a mágoa dos preteridos.

“Cada vez que dou um posto vago, faço cem descontentes e um ingrato”, dizia o rei francês Luís XIV. Os cem descontentes são inevitáveis, mas os escolhidos para o próximo governo devem ser gratos pela oportunidade, principalmente sabendo que por conta da conjuntura, mudando a cada sopro do vento, podem ser substituídos de acordo com as circunstâncias futuras.

Apesar da gravidade da crise brasileira, piorada pela situação mundial de incerteza e riscos de III Guerra, os brasileiros sentem que precisam confiar e esperar o melhor da equipe ministerial e dos secretariados estaduais, mesmo porque todos estão no mesmo barco e ninguém quer naufragar.

O sábio religioso Baltasar Gracián estimava que ninguém se importará no futuro se os ministros foram bons ou maus. O nome que fica na história é o de quem os escolheu: “A eles você está confiando sua fama imortal”, ou seja, o julgamento da história.


Escreva um comentário

Arquivos de colunas