Porto Velho/RO, 29 Setembro 2020 06:00:27

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 29/09/2020 às 06h00min

A-A+

Campanha eleitoral começa recheada de novidades e tecnologias

As eleições neste ano de pandemia serão surpreendentes. Começando pelo calendário que foi todo alterado, com votações de primeiro..

As eleições neste ano de pandemia serão surpreendentes. Começando pelo calendário que foi todo alterado, com votações de primeiro turno para 15 de novembro, teremos testes de votações online em alguns lugares do país, e o fato não ter coligação na proporcional provocará um número alto de candidatos. Em Porto Velho, teremos 15 candidatos para prefeitos e mais 15 para vice-prefeitos. Para vereadores, 622 candidatos estarão disputando os votos dos 333.031 mil eleitores.

O avanço tecnológico e novo hábito da população de usar mais a internet para serviços, compras e outros, vem estimulando a campanha para um processo novo que é a conquista do voto pelas mídias sociais ao invés de corpo a corpo como anteriormente. Essa nova forma de fazer política é uma incógnita. O como fazer muito dizem saber, mas a garantia deque dará certo, ninguém pode dar. Tudo é muito novo e o comportamento mutante do cidadão, que muda de opinião a cada nova tendência que surge. Esse fenômeno pode chegar nas campanhas eleitorais.

Em todo o estado de Rondônia, serão cinco mil candidatos pedido voto e isso deve causar um estrangulamento das caixas postais dos celulares dos cidadãos. Chegarão surpresas na palma da mão, mas também chegarão nomes de referências que podem encantar os eleitores. O novo marketing político busca conquistar e impressionar cada pessoa que receberá na palma da mão as mais diversificadas mensagens de pedidos de votos e de tentativas de persuasão do eleitor.

Se de um lado a tecnologia favorecerá a ampla divulgação e a possibilidade de alcances mais justos e abrangentes, de outro lado, proporcionará o descarte imediato pelo delete. Os candidatos precisarão de muita criatividade em seus anúncios para serem vistos e compreendidos, e com o reforço de mídia precisam chegar ao convencimento do eleitor e conquistar o êxito de uma eleição. Tudo indica que teremos um processo eleitoral com surpresas diante das incertezas do novo jeito de fazer campanhas. 


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas