Porto Velho/RO, 10 Junho 2020 14:49:46

JoséLuiz

coluna

Publicado: 10/06/2020 às 14h43min | Atualizado 10/06/2020 às 14h49min

A-A+

Campo e lavoura: Nem tudo está perdido 

       A produção de soja em Rondônia de acordo com a superintendência do Banco do Brasil, na safra 2020/2021, terá um..

 

     A produção de soja em Rondônia de acordo com a superintendência do Banco do Brasil, na safra 2020/2021, terá um crescimento em áreas cultivadas entre 9 e 11%. Este número é confirmado pelo engenheiro agrônomo da Central Agrícola em Vilhena, Robson Rizzon que acompanha de perto aquisição de insumos, sementes, fertilizantes e adubos para ser usados na próxima safra. A liderança nos plantios de soja continuará no Cone Sul do Estado e na região da BR 429, estendendo-se até Porto Velho ao longo da BR 364. 

      Sinais dos tempos 

    O Covid-19 começa exigir da sociedade novos costumes no processo produtivo, mais que do vinha sendo antes.Técnicos e pesquisadores de grandes instituições financeiras estão detectando que o crescimento do cooperativismo em áreas dominadas por pequenos e médios produtores rurais, assim como onde a pobreza predomina o crescimento do sistema cooperativo de crédito vem se tornando e deverá a curto e médio prazo ser uma nova realidade. Desta crise, o velho e bom cooperativismo com certeza abrirá portas para o desenvolvimento solidário. 

    Incêndios   

   Não é só na Amazônia que os incendiários estão atuando. Lá no Rio Grande amado centenas de hectares de campo e pequenas lavouras estão ardendo pelas chamas. Como sempre a fumaça causa problemas de saúde atacando a garganta e respiração das pessoas. Por lá faz um bom tempo que na região sul do estado não caí um pingo de chuva. 

    Leilão virtual 

   Um grupo de produtores rurais liderado pelo leiloeiro oficial de Rondônia Valmir Ramalho organizador de um leilão virtual programado para o mês de agosto, inclusive colocando a venda equipamentos agrícolas, pequenos animais e bovinos de raça. Valmir Ramalho acredita no sucesso do evento por se tratar de uma iniciativa voltada para setor produtivo em que todos podem participar. 

    Solidariedade 

   De tudo que se lê e houve na imprensa escrita e falada, a conclusão é sempre a mesma: depois do coronavirus, o Covid-9, como cada um queira entender o mundo com certeza será outro. Haverá mais solidariedade e compreensão entre as pessoas. A Cada desgraça, pandemia ou guerra, o mundo muda um pouco para melhor.    

   Finalizando 

  Não vamos arrancar os cabelos e nem gritar que estamos à beira do precipício. A crise vai passar com trabalho e fé tudo retornará ao seu caminho. Boa leitura.


Deixe o seu comentário

sobre José Luiz Alves

Colaborador do Diário da Amazônia - José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.

Arquivos de colunas