Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 11:20:03

JoséLuiz

coluna

Publicado: 28/08/2021 às 06h00min

A-A+

Campo & Lavoura

Nota Triste…! Neste final de semana o jornal impresso “Tribuna Popular”, que há 40 anos presta bons serviços divulgando os..

Nota Triste…!

Neste final de semana o jornal impresso “Tribuna Popular”, que há 40 anos presta bons serviços divulgando os fatos e noticias na região central do estado, localizada no município de Cacoal, encerra suas atividades. Adair Perin, proprietário de “Tribuna Popular” que durante décadas registrou a história política econômica daquela área que cresceu e se tornou referência, não suportou a força da comunicação online, informando que  “Tribuna Popular” deixa de circular. É lamentável, toda vez que um jornal impresso encerra as atividades a democracia morre um pouco mais.

Reclamando

O empresário Fábio Crocetta de Vilhena reclama que na BR 364 que corta a cidade falta um elevado e duas rotatórias para facilitar o tráfego de veículos pesados, tantos os que chegam quanto os que partem de Rondônia, formam longas filas atrapalhando o trânsito. O centro de Vilhena é um retrato mostrando que o desenvolvimento chegou, mas a BR 364 não acompanhou o ritmo do progresso.

Em Riozinho…!

O empresário e vereador Ezequiel Câmara, exibe um documentário de três minutos mostrando com imagens a qualidade do asfalto na BR 364 que a cada ano é substituído na sede daquele distrito. Esclarecendo: Ezequiel Câmara é vereador pelo município de Cacoal, distante de Riozinho 20 quilômetros, não é novidade que naquela região a cada safra o asfalto se esfarela.

Investimento!

O vai-e-vem de veículos pesados transportando cargas para a região Norte, usando o posto fiscal da Receita Estadual na divisa de Mato Grosso com Rondônia é impressionante. Ali, os fiscais rondonienses se desdobram 24 horas liberando com eficiência e rapidez as carretas que descem em direção a Porto Velho, Acre, Sul do Amazonas e Roraima. O governo de Rondônia está investindo na reforma estrutural no posto de fiscalização para oferecer mais conforto, aos técnicos e condutores de veículos.

Estafante…!

Para produzir a reportagem apresentada no programa “Campo e Lavoura” no sábado percorremos 1.200 quilômetros de carro enfrentando todos os percalços inerentes ao trabalho, mas que no final das contas, tudo deu certo.

Sem impacto!

Para o gestor e analista ambiental, Idevaldo Maia, caso o governo federal decida investir na duplicação da BR 364, não haverá nenhum impacto ambiental uma vez que as margens da rodovia foram antropisadas no passado.

Finalizando

Até o próximo final de semana, vou ficando por aqui desejando a todos uma boa leitura, até lá!

 

 

 


Deixe o seu comentário

sobre José Luiz Alves

Colaborador do Diário da Amazônia - José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.