Porto Velho/RO, 04 Setembro 2021 06:00:49

JoséLuiz

coluna

Publicado: 04/09/2021 às 06h00min

A-A+

Campo & Lavoura

Descontentes…! Exportadores de madeira, minério e algodão produzido em Rondônia, anda cuspindo fogo pelas narinas diante da demora..

Descontentes…!

Exportadores de madeira, minério e algodão produzido em Rondônia, anda cuspindo fogo pelas narinas diante da demora pelo IBAMA na fiscalização e liberação dos documentos alfandegários. O empresário Dário Lopes, declarou ao programa “Campo e Lavoura” na Rede TV!, Que as cargas ficam paradas 60 dias no porto pela ausência de liberação. Segundo ele, o IBAMA possui 50 fiscais, quando na realidade necessita de mínimo 150 profissionais para atender as empresas exportadoras. “Isso é uma vergonha” diante dos prejuízos que o estado sofre frisou.

Bem visto!

A imagem do estado de Rondônia é bem vista na Esplanada dos Ministérios e no Congresso Nacional, pela seriedade com que as autoridades locais estão conduzindo o setor produtivo. Essa constatação pode ser observada em conversas com técnicos e burocratas em todos os escalões dos Ministérios da Agricultura e da Ciência e Tecnologia, bem como em gabinetes no Congresso Nacional. Isso é bom, mostra que o estado caminha no rumo certo.

Agrolab Amazônia

O evento, Conecta Agrolab Amazônia, organizado pelo Sebrae Rondônia vem despertando atenção de empresários, não só da região Amazônica, mas inclusive da América Latina e de países do primeiro mundo que se voltam para os grandes negócios entre os dias 14 e 16 de setembro, em conversas e diálogos via internet. Instituições financeiras, como Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Bradesco e outros já confirmaram participação no evento.

Apoio!

Entre segunda e quarta-feira desta semana, o diretor técnico do Sebrae, Samuel Almeida recebeu em Brasília o apoio de diversas instituições e autoridades para a realização do Conecta Agrolab Amazônia, inclusive do vice-presidente Hamilton Mourão, que abrirá oficialmente o evento. O presidente do Sebrae Nacional Carlos Melles, assim como os governadores dos estados que compõem Amazônia estarão participando dos painéis e debates, trocando informações.

Na Nacional!

Ainda em Brasília, o diretor técnico do Sebrae foi entrevistado pelo jornalista, Marcelo Ferreira, no programa “Revista Nacional” levada ao ar para todo o País e exterior pelas ondas da Rádio Nacional relatando a organização do Conecta Agrolab Amazônia. Nesta segunda-feira (6), no programa “Brasil Rural” também pela Rádio Nacional que vai ao ar das 5:00 às 7:00, Samuel Almeida estará falando sobre o festival de tambaqui assado que terá inicio no dia 19 de setembro, em 30 municípios do estado e diversas capitais brasileiras. É Rondônia indo cada vez mais longe!

Café acreano

O empresário acreano, Vagner Álvares, enviou para a coluna imagens do café florando produzido no município de Acrelândia, as imagens são fantásticas revelando a qualidade e beleza do produto que começa conquistar espaços no estado vizinho. É o agronegócio abrindo novas porteiras.

Repetindo!

O presidente do Banco do Povo, Manoel Serra, telefonou informando que a instituição prossegue no mesmo ritmo de trabalho, atendendo aos micros e pequenos empreendedores rurais e urbanos com financiamentos que variam entre R$ 300,00 a 30.000,00. Segundo ele, a instituição se adequou para atender neste período de pandemia.

Finalizando

Até a próxima já realizei a minha parte, um bom final de semana, depois de muitos dias atropelado pelo trabalho vou descansar um pouco, afinal de contas ninguém é de ferro.


Deixe o seu comentário

sobre José Luiz Alves

Colaborador do Diário da Amazônia - José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.