Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 12:45:18

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 19/08/2021 às 09h26min

A-A+

Carro elétrico é a solução contra preços de combustíveis

O preço alto dos combustíveis e os constantes reajustes mostram que os combustíveis fosseis estão em fim de linha. O plano de..

O preço alto dos combustíveis e os constantes reajustes mostram que os combustíveis fosseis estão em fim de linha. O plano de migração da frota para veículos elétricos precisa ser acelerado para evitar o efeito escada nos preços de todos os produtos.

Acontece que tudo depende dos transportes e esses são movidos por combustíveis. Apesar de dezenas de projetos de carros elétricos populares, desenvolvidos principalmente pelas universidades públicas, no Brasil os primeiros veículos elétricos são privilégios para os mais ricos e isso não impacta a economia.

Atualmente existe pouco mais de uma dezena de modelos de veículos elétricos no Brasil. O mais barato está em torno de R$ 160 mil e o mais caro em torno de R$ 450 mil. Modelos populares devem chegar em breve ao mercado, como os modelos de minicarros para duas pessoas produzidos pela indústria paranaense Movi Eletric, que promete baratear o acesso a esse tipo de transporte. Alternativas assim deveriam ser incentivadas para acelerar o acesso ao transporte com custo baixo.

O total da frota elétrica rodante no Brasil ainda não chega a 10 mil unidades de carros elétricos. A Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) está otimista apesar dos números ainda pequenos, mas os percentuais de crescimentos indicam que a substituição de frota deva movimentar o setor a curto prazo.

A Noruega é o país com maior frota de veículos elétricos com a média de um em cada quatro veículos em circulação. Na França já limites para a troca da frota para veículos elétricos com prioridade para a capital Paris, que neste ano parou de receber veículos com motores a combustíveis fósseis. Não se trata apenas de combater o aquecimento global e reduzir os gases de efeito estufa. É uma questão de se livrar o controle mundial ditado pela minoria que tem poços de petróleo.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas