porto velho - ro, 18 Março 2019 17:43:56
Esporte

CBF divulga calendário para futebol feminino e de base

O ano de 2019 será de muitas novidades para o futebol feminino e para as categorias de base do futebol brasileiro. Com a publicação do..

Por Assessoria Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 03/02/2019 às 12h00min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Porto Velho será o representante de Rondônia no Brasileiro Feminino Série A2 – Foto: Alexandre Almeida

O ano de 2019 será de muitas novidades para o futebol feminino e para as categorias de base do futebol brasileiro. Com a publicação do calendário das modalidades para a temporada, a Diretoria de Competições da CBF anunciou a criação de três novas competições, além de mudanças nos formatos de algumas das competições, aumentando o número de partidas disputadas no ano.

O maior número de novidades está no cronograma das categorias de base. Duas novas competições serão disputadas em 2019: o Campeonato Brasileiro Sub-17 e a Supercopa Sub-17. Além disso, o Campeonato Brasileiro Sub-20 passou por uma grande mudança no formato, que fez o número de partidas do torneio aumentar mais que o dobro da última temporada. As Copas do Brasil Sub-20 e Sub-17 mantiveram seu formato, mas sofreram alterações nos critérios de participação.

Ao todo, um salto de 63% no número de jogos entre todas as categorias e muitas novidades para o torcedor. Serão oito competições, com 562 jogos no total: Campeonato Brasileiro Sub-17, Copa do Brasil Sub-17, Supercopa Sub-17, Campeonato Brasileiro Sub-20, Copa do Brasil Sub-20, Supercopa Sub-20, Brasileirão de Aspirantes e Copa do Nordeste Sub-20.

Já o calendário do futebol feminino ganhou uma nova competição: o Brasileirão Sub-18. O torneio vem para suprir uma carência da modalidade no país, e se torna a primeira competição de base do futebol feminino criada e organizada pela CBF. A escolha da categoria sub-18 vem para atender as necessidades dos elencos das equipes brasileiras e servir melhor a Seleção Brasileira nas categorias sub-15 e sub-17.

O Campeonato Brasileiro Feminino também precisou passar por alterações, já que o ano de 2019 é diferente na modalidade. Com as novas regras do licenciamento, o torneio precisou se adequar para poder receber tantas equipes que abraçaram o futebol feminino nesta temporada. O número de equipes participantes subiu de 16 para 36, com um crescimento de 60% no número de jogos (de 75 para 120).

Ao todo, a bola vai rolar 344 vezes para partidas de futebol feminino em 2019 no Brasil. São três competições: o Brasileirão Feminino A-1, o Brasileirão Feminino A-2 e o Brasileirão Sub-18.

– Desde 2012 a CBF vem preenchendo lacunas no calendário da base e do futebol feminino e criando competições para atender as duas categorias. No entendimento dos que promovem a base no Brasil era importante aumentar o volume de jogos e ampliar o número de competições para dar experiência por meio dos incentivos que a CBF oferece, que são as viagens, o hotel, a disputa de jogo em grandes arenas e a possibilidade de confrontos em clássicos. No Feminino, os desafios eram a manutenção e a ampliação da divisão de acesso e a criação da primeira competição de base do futebol feminino. Uma demanda de muito anos que a CBF consegue viabilizar. Será uma chance de descobrirmos novos talentos, encontrar novas Martas e Formigas. Estamos muito felizes com essas novidades – analisa Manoel Flores, diretor de Competições da CBF.



Escreva um comentário