Porto Velho/RO, 18 Novembro 2020 01:17:47
Educação

Centec Abaitará abre inscrições para o ano letivo de 2021 nesta segunda

Serão 400 vagas disponibilizadas para ano letivo de 2021 no Centec Abaitará

A- A+

Publicado: 16/11/2020 às 09h34min | Atualizado 16/11/2020 às 12h03min

Serão 400 vagas disponibilizadas para ano letivo de 2021 no Centec Abaitará / Foto: Secom

Inicia na próxima segunda-feira (16) o processo seletivo para inscrição do ano letivo de 2021 do Centro Técnico Estadual de Educação Rural Abaitará (Centec), em Pimenta Bueno. São 400 vagas oferecidas pelo Governo de Rondônia, por intermédio do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep), para qualificação de mão de obra de jovens na área rural do Estado.

As inscrições podem ser efetuadas online pelo  site do Idep (link disponível no dia de inicio de inscrição), de forma gratuita se estendendo até dia a 30 de novembro. O Edital está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre os critérios de seleção e eliminação.

Os cursos oferecidos estão divididos em três modalidades e os candidatos precisam ficar atentos aos requisitos. As modalidades são curso técnico integrado onde o estudante realiza a formação técnica ao mesmo tempo em que ele cursa o Ensino Médio. Isso é necessário que o aluno tenha concluído o Ensino Fundamental II .

Outra modalidade oferecida é o curso técnico subsequente, onde o estudante precisa ter concluído o Ensino Médio até o dia da matricula.  E a última modalidade do curso técnico disponível é o concomitante, destinado para os alunos que estejam cursando ou irão se matricular em outras instituições de ensino no 1º ou 2º ano do Ensino Médio.

As 400 vagas serão distribuídas da seguinte forma: 60 vagas para os alunos integrados para técnico em aquicultura e agropecuária; 120 vagas para alunos subsequente para os cursos de técnicos agroecologia,  agronegócio, aquicultura e agropecuária. Para os alunos concomitante serão 240 vagas nas áreas técnicas de agroecologia, agronegócio, aquicultura e agropecuária.

(Fonte: Secom)



Deixe o seu comentário