Porto Velho/RO, 23 Outubro 2020 12:00:10
Geral

CGU/RO promove debate sobre corrupção

A unidade regional da CGU (Controladoria-Geral da União em Rondônia) realizou evento alusivo ao Dia Internacional contra a Corrupção,..

A- A+

Publicado: 13/12/2014 às 09h20min | Atualizado 28/04/2015 às 13h58min

A unidade regional da CGU (Controladoria-Geral da União em Rondônia) realizou evento alusivo ao Dia Internacional contra a Corrupção, no auditório do MPRO (Ministério Público do Estado), em Porto Velho.

Organizado pela CGU-Regional/RO em parceria com o MPRO, a atividade teve a participação do promotor de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro, Emerson Garcia, que conduziu a palestra referente aos “Desafios Contemporâneos no Combate à Corrupção”.

A programação também contou com a presença do chefe da regional da CGU em Rondônia, Ricardo Plácido Ribeiro, que compôs a mesa de debate e abordou os avanços obtidos pela controladoria, a partir das ações desenvolvidas pelo órgão no combate ao mau uso dos recursos públicos federais.

O encontro teve ainda a participação de agentes públicos municipais, estaduais e federais, servidores que atuam na área de controle interno de órgãos públicos, representantes da sociedade civil, do Ministério Público, da Defensoria Pública da União, da Ordem dos Advogados do Brasil, bem como, de acadêmicos de Administração e de Direito.

O Dia Internacional de Combate à Corrupção é uma referência à assinatura da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, que ocorreu na cidade mexicana de Mérida, no dia 9 de dezembro de 2003.

A Convenção é considerada o mais completo e abrangente instrumento internacional que vincula juridicamente os países, além de estabelecer implementação de uma série de medidas para prevenir a corrupção.

Mais de 110 países assinaram o documento, que entrou em vigor internacionalmente no dia 14 de dezembro de 2005. A convenção também prevê a cooperação para recuperação de somas de dinheiro desviado de países e a criminalização do suborno, lavagem de dinheiro e outros atos de corrupção. (AI)



Deixe o seu comentário