Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 21:10:14
    Variedades

    Ciclista deita em metrô e força mãe com bebê a ficar em pé

    Homem ocupou quatro bancos prioritários e se recusou a sair, mesmo depois de funcionário mandá-lo se retirar

    A-A+

    Publicado: 13/11/2019 às 10h09min

    Um ciclista usou quatro assentos prioritários de um trem para deitar e se recusou a ceder o lugar para uma mulher que estava com um bebê em um carrinho. O caso ocorreu durante uma viagem de Onehunga a Auckland, na Nova Zelândia, nesta quarta-feira (13/11/2019).

    Um passageiro, identificado como Stuart Dawson, afirma que o ciclista atrevido embarcou no trem lotado e, sem cerimônias, se apossou dos lugares. Na estação seguinte, a mãe e a criança embarcaram, mas não tinham onde sentar.

    Stuart Dawson chamou o gerente do trem para explicar a situação e, quando o funcionário pediu para que o ciclista se levantasse, o homem ficou agressivo e passou a xingá-lo. “O gerente disse a ele que, se continuasse fazendo isso, ele o deixaria na próxima parada. O ciclista repetia ‘fo**-se’ e voltou a dormir. O gerente foi embora e não fez absolutamente nada”, afirmou o passageiro.

    A passageira seguiu a viagem em pé, pois nos demais bancos não havia, segundo a publicação, espaço para sentar e acomodar o carrinho do bebê. A Transdev, que administra a linha Onehunga, disse ao NZ Herald que acreditava que a equipe havia lidado com o incidente de maneira profissional. “Tomamos todas as precauções para garantir a segurança de nossos clientes”, disse o porta-voz da empresa.

     

    As informações são do jornal NZ Herald.



    Deixe o seu comentário