Porto Velho/RO, 11 Abril 2020 15:17:38
Cidades

Confira um pouco da historia de Porto Velho

  Porto velho no norte brasileiro é uma das cidades que mais se desenvolve no Brasil.

A- A+

Publicado: 01/10/2018 às 14h41min

Porto velho no norte brasileiro é uma das cidades que mais se desenvolve no brasil. Mas também é uma capital que retrata o cenário da falta de administração dos entes públicos de governantes que pouco se importaram com o seu bem principal os cidadãos. Erguida de uma obra ousada que foi a construção da estrada de ferro madeira Mamoré Porto Velho continua uma cidade impulsionada pelos ciclos, em plena Amazônia legal fica porto velho.

Com 34 mil km² a capital se faz a única sede de estado brasileira ao lado de um país, a Bolívia. Em 1907 com o início da construção da estrada de ferro madeira Mamoré Porto Velho aderia ao seu primeiro ciclo: o da borracha.

No século xx ‘um mundo de homens’ padeceu suas vidas com o objetivo de construir em meio à floresta amazônica aquilo que foi considerado uma das maiores loucuras daquele período, erguer no meio da floresta uma ferrovia. O aposentado Paulo da costa ramos começou a trabalhar na ferrovia ainda adolescente. Maquinista do trem de lastre-ele era responsável pelo abastecimento dos trens de passageiros, da época vindoura resta nele o saudosismo.

A obra em plena floresta amazônica faria dessas terras um pequeno país de múltiplas nações. O começo para uns e o extermínio para outros. Segundo a história só no cemitério da candelária são 1583 sepultamentos.

A estimativa real é que cerca de 8 mil homens morreram vítimas das doenças tropicais durante a construção. O mais chocante em tudo é que essa triste e cruel realidade pouco ou nada tem importado as autoridades locais. Não parece, mas este local em meio ao mato é o cemitério da candelária. Nele estão os restos mortais de boa parte dos nossos heróis.

“Não tem como falar de porto velho e não associar a cidade ao nome do magnata norte americano Percival Farquhar”. Em 1903 com a assinatura do tratado de Petrópolis que, pois, fim a uma guerra e anexou parte do território boliviano ao Brasil, o empresário tomou para si à responsabilidade de construir uma estrada de ferro, ligando o Brasil a Bolívia. Cumprindo desta maneira um dos três acordos assinados entre os dois países que incluiu o território do acre ao Brasil.

Por meio da lei 757, do dia 02 de outubro de 1914 foi assinado pelo governador do amazonas, Jonatas Pedroso a criação do município. Mas a instalação só aconteceria dois meses depois, em janeiro de 1915. Do chão Porto Velho edificou-se em algumas décadas. O município cresceu aliado aos ciclos. O ultimo trouxe as usinas hidrelétricas de santo Antônio e jirau no rio madeira.

A construção dos empreendimentos marcou um progresso promissor. O não planejamento da cidade por parte dos munícipes passados além de frear o desenvolvimento atrasou a ampliação de obras importantes.

Natural de Barbosa Ferraz no Paraná a família paro está conhecendo pela primeira vez porto velho. Diante do berço da nossa civilização, os paro aproveitaram para registrar e deixar se registrar diante da história.

Com a união dos povos as ramificações genealógicas.  Se comparado a época do descobrimento o sangue português é maioria, mas também do ‘reino de Castela’, como os espanhóis.  A construção da estrada de ferro madeira Mamoré trouxe o mundo para está terra. Povos que aqui chegaram em busca do tão sonhado tesouro do eldorado.

Confira a reportagem na integra:



Deixe o seu comentário