Porto Velho/RO, 20 Abril 2020 15:10:46
Esporte

Coronavírus: “Sou contra as vacinas”, polemiza o tenista Djokovic

O sérvio revelou na noite de domingo que vive um dilema com esse assunto e que "não gostaria de ser forçado por alguém a tomar uma vacina"

A-A+

Publicado: 20/04/2020 às 15h07min | Atualizado 20/04/2020 às 15h10min

O tênis está neste momento, como todos os esportes, parado e sem data para voltar devido a pandemia do novo coronavírus. A questão da segurança de tenistas e torcedores é essencial para quem comanda a modalidade. Número 1 do mundo, Novak Djokovic revelou no domingo (19/04) que vive um dilema com esse assunto.

Durante uma conversa uma live nas redes sociais, Djokovic disse que é contra as vacinas. Para ele, isso poderá ser um problema se uma contra a covid-19 se tornar obrigatória para atletas. “Sou contra as vacinas e não gostaria de ser forçado a tomar uma vacina como condição para poder viajar”, afirmou.

“Hipoteticamente, se a temporada começar em julho, agosto ou setembro, embora seja altamente improvável, percebo que a vacina poderá ser obrigatória porque estaremos saindo de uma quarentena estrita. Mas a verdade é que ainda não há (vacina) nenhuma”, prosseguiu o líder do ranking da ATP. Ele admitiu não saber ainda o que fazer caso a questão da vacinação obrigatória seja colocada em questão.

“Se for obrigatório terei de tomar uma decisão. Tenho as minhas convicções sobre o assunto e essas convicções podem mudar, não sei”, ressalvou o sérvio. Nesta temporada, ele conquistou o título do Aberto da Austrália, em Melbourne.

FONTE: Metrópoles



Deixe o seu comentário