Porto Velho/RO, 29 Setembro 2021 09:57:33

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 17/08/2021 às 09h08min | Atualizado 17/08/2021 às 09h09min

A- A+

Criaturas e criadores estarão em confronto na disputa por cadeiras da Assembleia Legislativa

Agro resiste É impossível saber onde há mais notícias espalhando o medo de que a Amazônia vai complicar de vez o clima do planeta, mas..

Agro resiste

É impossível saber onde há mais notícias espalhando o medo de que a Amazônia vai complicar de vez o clima do planeta, mas é certo que são mais frequentes nas capitais. Não chega a ser uma compensação, mas é importante conhecer recente pesquisa da empresa Compare the Market apontando quantas árvores cada capital precisaria plantar para compensar as pegadas de carbono, com base na quantidade anual de emissões em sua região.

É um raro estudo sobre poluição e florestas que poupa o Brasil de ataques e reprimendas, pois os alvos são as capitais mais populosas do mundo, casos das asiáticas Pequim, Singapura, Hong Kong, Tóquio e Seul, que para compensar o pesado lixo despejado em seu entorno precisariam plantar quase 44 milhões de árvores. Em tudo o mais que trata do meio ambiente, porém, sobram ataques a Brasília por prevaricação e omissão.

Resistindo a essa pressão, os produtores brasileiros promovem a diplomacia da comida. Compensam com excelentes produtos, saborosos, sadios e competitivos, a carga negativa que paira sobre a imagem do Brasil pelo mundo afora. Com qualidade e paciência, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento abriu 150 mercados em 43 países desde janeiro de 2019 – 74 nas Américas, 57 na Ásia, 18 na África e um na Oceania. Não teria como vender gelo para esquimó, mas passou até a vender peixes para o México e café para o Equador.

…………………………………………………………….

Na peleja 2022

É enorme a lista de ex-deputados estaduais e ex-prefeitos de Rondônia na busca de cadeiras na Assembleia Legislativa nas eleições do ano que vem. Vejam alguns nomes já no trecho: 1-José Hermínio Coelho (Porto Velho) 2-Airton Gurgacz (Ji-Paraná) 3-Francisco Sales (Ariquemes) 4-Só Na Bença (Pimenta Bueno) 5 –Ezequiel Junior (Machadinho do Oeste) 6- Maurão de Carvalho (Ministro Andreazza) 7-Jesuino Boabaid (Porto Velho). Também ex-prefeitos, como Carlinhos Camurça (Porto Velho), Lindomar Garçom (Candeias do Jamari), Rosária Helena (Ouro Preto do Oeste) são nomes cogitados.

Na aba de Maurão

Dois deputados estaduais eleitos pelo segmento evangélico, na aba do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho que disputou o governo do estado em 2018 – e se deu mal – estão torcendo para que o ex-chefe dispute a Câmara dos Deputados ou até mesmo o Senado. Ocorre que se Maurão disputar cadeira a Assembleia Legislativa estes dois parlamentes terão extremas dificuldades para se eleger, como é o caso de Marcelo Cruz, que foi funcionário de Maurão herdando parte dos seus votos no pleito passado.

Criaturas x Criadores

 Outra curiosidade que pode ocorrer na eleição do ano que vem na peleja pelas cadeiras da Assembleia Legislativa é o confronto entre criaturas x criadores. Um dos casos, pode acontecer no Vale do Jamari, num confronto entre os ex-deputados Ezequiel Junior e o ex-presidente da Assembleia Legislativa Neodi Carlos, que nos últimos anos tem se dedicado ao cultivo de soja na região de Machadinho do Oeste. Ezequiel teve uma eleição bem-sucedida com apoio de Neodi, mas no pleito seguinte sem poio, não conseguiu se reeleger e agora pode rolar uma peleja interessante entre a criatura e seu criador.

Seca severa 

Uma das estiagens mais severas das últimas décadas já está em curso em estados do Sul, Sudeste Centro do Oeste causando grandes estragos ao agronegócio, atingindo novamente o Pantanal e já acarretando racionamento de água em dezenas de municípios brasileiros. Tudo indica que a seca este ano também vem forte em Rondônia, Acre e Amazonas. Os níveis dos principais rios rondonienses baixaram rapidamente. O lençol freático nas cidades rondonienses despencou, os igarapés nos sítios estão sumindo. E ainda temos pela frente a fumaceira e o covid…. 

Haja saúde!

Não bastasse a ameaça de novas cepas do covid em Porto Velho, o Hospital João Paulo II está repleto de pacientes até nos corredores, o movimento das farmácias aumentou em até 50 por cento por conta das doenças respiratórias que atingem principalmente crianças e idosos. As queimadas estão tornando o ar irrespirável na região da capital rondoniense e da cidade satélite de Candeias do Jamari. Haja saúde e sem chuvas (cadê chuva do caju?. É em agosto) o cenário tende a piorar já que também o abastecimento de água na periferia, que depende dos poços amazônicos, já está prejudicado.

Dispunha renhida

Uma das disputas mais renhidas para a Câmara Federal nas eleições de 2022 vai ocorrer em Vilhena. De um lado, o secretário da Agricultura Evandro Padovani, pertencente ao clã Goebel, de outro lado o ex-deputado federal Natan Donadon, integrante do clã Donadon. Padovani é um nome emergente na política rondoniense e a cada eleição vem crescendo, batendo na trave e se tornou importante líder bolsonarista no estado. Natan, que foi cassado, mas já recuperou seus direitos políticos tem alicerce na dinastia Donadon e no eleitorado evangélico.

 

Vi Direta

*** O ano de 2021 está marcado pela expansão dos negócios em Porto Velho *** A Havan instalou sua segunda loja. As unidades leiloadas do Supermercados Gonçalves  aos poucos estão sendo ocupadas por empreendedores do interior, como a rede TaiMax de Ji-Paraná ***Agora é a vez da Assay atacadista anunciar outra mega loja já em obras na avenida dos Imigrantes, nas antigas dependências do Grupo Tourinho *** Em plena pandemia, o mundo dos negócios ganha proporções na capital rondoniense gerando empregos no comercio varejista e no setor de serviços *** Amanhã é dia decisivo para a definição do afastamento do deputado Edson Martins, já cassado e esgotados todos os recursos protelatórios no Supremo *** Com isto teremos a ascensão do seu suplente, Saulo Moreira, com base política em Ariquemes.   

 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas