porto velho - ro, 11 Dezembro 2018 14:32:30
Capital

Defesa Civil antecipa plano de contingência na capital

De acordo com a Defesa Civil, o nível do rio Madeira registrou ontem 12,03 cm.

Por Sara Cicera Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 05/12/2018 às 08h33min | Atualizado 05/12/2018 às 10h05min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Foto: Roni Carvalho

O mês de dezembro começou com chuvas fortes e torrenciais em Porto Velho e também na cabeceira do rio Beni na Cordilheira dos Andes, localizado na Bolívia, e na cabeceira do rio Madre de Dios, no Peru, de acordo com a Defesa Civil de Porto Velho.

Segundo o gerente de operações da Defesa Civil Municipal, Rogério Félix, o nível do rio Madeira registrou ontem 12,03 metros. Ele disse que o principal fator para o aumento do nível do rio Madeira não são as chuvas fortes que caem na capital, mas sim as fortes chuvas nos Andes. “As chuvas que caem aqui em Porto Velho não influenciam no nível do rio Madeira. As chuvas que ocorrem lá na cabeceira dos rios Beni e Madre de Dios é que influenciam essa cheia aqui em Porto Velho”, afirmou Rogério.

A Defesa Civil Municipal já identificou todos os pontos de possíveis desbarrancamentos em Porto Velho e no Baixo Madeira. Segundo Rogério Félix, os locais de risco foram demarcados e identificados com placas, fitas e faixas. “Nós descemos o Baixo Madeira, fomos até os distritos de Nazaré, Calama e São Carlos. A Defesa Civil recomenda à população que nesse período de chuva respeite e evite ficar nessas áreas que estão demarcadas para prevenir acidentes”, explicou Félix.

A navegação noturna no rio Madeira já está liberada devido ao aumento do nível do rio. Porém, a Defesa Civil também recomenda atenção para este período, principalmente à noite. “Como está chovendo muito, está descendo muitos troncos de árvores. Então, se recomenda que as pessoas que conduzem essas embarcações tenham cuidado, inclusive com alguns bancos de areia que ainda permanecem, apesar de ter subido o nível do rio. Se a pessoa não conhecer os locais de bancos de areia, a embarcação encalhará”, alertou.



Escreva um comentário