Porto Velho/RO, 28 Junho 2020 06:00:15

CarlosSperança

coluna

Publicado: 28/06/2020 às 06h00min

A-A+

Democracia e informação

O balanço do primeiro semestre pode começar com dois aspectos positivos em meio à pior crise da história. O Brasil resistiu aos ataques..

O balanço do primeiro semestre pode começar com dois aspectos positivos em meio à pior crise da história. O Brasil resistiu aos ataques contra a democracia desmascarando grupos radicais que tentaram arrastar o presidente Jair Bolsonaro para a aventura que seduziu Jânio Quadros e o arruinou. Bolsonaro resistiu ao canto da sereia. Já o auxílio emergencial, apesar dos contratempos, impediu o pânico generalizado e alertou para a necessidade de cuidar dos brasileiros invisíveis.     

Também houve aspectos negativos que não podem ser ignorados, como a dificuldade para manter o governo coeso e em ação coordenada. Há trocas de ministros e substituição quase diária de gestores em diversas pastas. Pior ainda, as tentativas de maquiar dados que a realidade não permite esconder. 

A estratégia de impedir a divulgação dos casos da Covid-19 teve perna curta e a teima em desmentir os dados sobre o desmatamento não colou. Em todos os setores há um clima de dados subestimados pela “narrativa” de negar os fatos.

Essa tática pode iludir incautos quanto a assuntos internos, mas quando se trata de dados sobre a Amazônia, os investidores e os organismos internacionais só aceitarão uma resposta diante da suspeita de dados subestimados: a verdade, doa a quem doer. Com pandemia sanitária ou climática, só a verdade nos libertará, diz a tradição da fé. Democracia e informação são fundamentais.


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas