porto velho - ro, 12 Setembro 2019 19:37:01
    Política

    Derrotas de Maurão e Raupp não deixam cicatrizar feridas do MDB

    Onde há fumaça… O fogo é o grande terror das florestas. Há pouco, o arqueólogo francês Stéphane Rostain declarou seu espanto..

    A-A+

    Publicado: 12/08/2019 às 09h59min | Atualizado 12/08/2019 às 10h00min

    Onde há fumaça…
    O fogo é o grande terror das florestas. Há pouco, o arqueólogo francês Stéphane Rostain declarou seu espanto ao sobrevoar a Amazônia à noite e ver que a enorme quantidade de fogueiras vistas por todos os lados produzia claridade similar à do dia.
    Nem sempre os desastres são avaliados com a rapidez de um simples olhar em tempo real. Estudo da Universidade de Lancaster (R. Unido) mostrou que incêndios na floresta amazônica entre 2015 e 2016, causados pelo fenômeno El Niño, emitiram quatro vezes mais dióxido de carbono (CO²) do que o previsto inicialmente. Pode ser trágico deixar acontecer e só depois ver se o desastre foi maior ou menor do que se esperava.
    O que mais se diz a respeito dos incêndios é a imensidão das emissões de gases de efeito estufa e a destruição de biodiversidade, mas tão imenso quanto incalculável em seus efeitos danosos é a liberação impune e ampla na atmosfera de poluentes que afetam de a saúde humana.
    Em defesa do fogo sobre o qual o Brasil não tem controle vem à notícia de que boa parte do fósforo consumido pelas árvores amazônicas provém de incêndios florestais e não só da poeira do deserto do Saara, como se supunha. Em todo o caso, fogo é perigoso demais para não ter controle. Sob controle um auxiliar. Sem isso, puro terror.
    ………………………………………….

    As cicatrizes
    Ainda vai longe para o MDB superar as cicatrizes da convenção estadual do ano passado que redundaram em pisões e quebradeira – e nas eleições nas derrotas do candidato ao governo do partido Maurão de Carvalho e do senador Valdir Raupp, cacique nacional. O ressentimento ainda é grande entre as partes. Nos municípios começam os primeiros entendimentos para a harmonização.

    Os bombeiros
    Elogiável o trabalho dos bombeiros, voluntários e vizinhos no sinistro que destruiu o depósito das Lojas Colombo em Porto Velho. A corporação, mesmo com o deposito da Colombo destruído, salvou da tragédia a Escola Murilo Braga, a galeria São Francisco e casas adjacentes alvo das labaredas. Grandes incêndios têm se tornado uma trágica rotina na região central da capital

    A regularização
    O governador Marcos Rocha (PSL) e prefeitos de vários municípios tem se reunido para trabalhar de forma conjunta em prol da regularização fundiária. Como se sabe, existe enorme demanda reprimida a respeito em todo o estado, algo em torno de quase 100 mi propriedades gerando insegurança no campo motivando disputas sangrentas pela terra desde os idos da chacina de Corumbiara.

    Mais empregos
    A contratação de novas obras em Porto Velho através das esferas governamentais tem gerado empregos na área da construção civil, a mais penalizada depois do ciclo das usinas do Madeira. Com isto, a roda da economia gira e o comercio lojista exibe os primeiros resultados positivos do ano com as compras ocorridas no recente dia dos pais. A previsão é que as coisas melhorem também no Dia das Crianças e Natal.

    Chá de sumiço
    Derrotados nas eleições passadas ao governo do estado, o ex-presidente da Assembleia Legislativa Maurão de Carvalho (MDB) e o empresário de vários ramos, o ex-senador Expedito Junior (PSDB) sumiram do mapa. Mas sabe-se que Maurão cuida dos seus bois, além de processos antigos, e Expedito tem corujado o filho deputado em Brasília e colaborado com a gestão do sócio Hildon Chaves na capital.

    Via Direta
    *** Bem articulado, o Distrito de Nazaré realiza a II Festa da Melancia neste final de semana *** Uma grande ocasião para a confraternização entre as comunidades ribeirinhas de Porto Velho *** No Complexo da Ferrovia Madeira Mamoré nem sinal do retorno das obras de enroncamento nas margens do Rio Madeira cujas águas estão descendo rapidamente neste verão *** Seguem os estudos técnicos de engenharia sobre o fenômeno das terras caídas (desbarrancamentos) naquela região tão afetadas pelos banzeiros.



    Escreva um comentário