porto velho - ro, 27 Março 2019 20:23:02

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 26/03/2019 às 08h49min | Atualizado 26/03/2019 às 09h11min

A- A+

Dizem que o cargo de prefeito em PVH é cemitério de políticos

Tensos bastidores Neste ano, em sua oitava edição, a feira Rondônia Rural Show está prevista para o período de 22 a 25 de maio e..

Tensos bastidores

Neste ano, em sua oitava edição, a feira Rondônia Rural Show está prevista para o período de 22 a 25 de maio e incluirá também a II Rondoleite, promoção que ressalta a força do Estado como o maior produtor de leite da região Norte.

Requerendo uma cuidadosa preparação, a RRS não se desenrola em apenas quatro dias por ano. Mais que se esgotar numa quarta-feira de cinzas, porém, a RRS não envolve só a preparação e o evento em si. É programada para ter consequências imediatas, com resultados colhidos já durante sua realização, e, sobretudo posteriores, no emprego dos equipamentos e técnicas absorvidas.

Nesta edição, a RSS apresenta bastidores tensos. O empresariado brasileiro torce para que o governo deixe o setor produtivo mais avançado do país trabalhar sem embaraços. O papel do poder público é dar um jeito na infraestrutura, evitando a desastrosa ideologização da política externa.

Os atritos negativos criados com os clientes árabes e chineses não podem mais se repetir, porque jogam contra o Brasil. Até a ministra Tereza Cristina demonstrou desagrado com o estranho acordo feito nos EUA pelo governo em relação à carne: eles não comprarão mais, só enviarão inspetores para bisbilhotar nossa estrutura produtiva.  

………………………………….

Os pretendentes

Dizem que o cargo de prefeito por aqui é cemitério de políticos, mas só tem aumentado o numero de pretendentes a titularidade do Paço Tancredo Neves, sede do governo municipal de Porto Velho. Um dos novos nomes propagados na aldeia é o do empresário – e milionário como Hildon Chaves – Kazan Roriz que começa a alfinetar o tucano nas redes sociais e que esta formando um grupo de comunicações.

A ira do governador

O ministro da Justiça Sérgio Moro enfrenta a ira do governador do Distrito Federal pela recente transferencia do chefe do crime organizado Marcola do presídio federal de Porto Velho para Brasília. Com a transferencia, Moro salvou Rondônia de um ataque de forças mercenárias do narcotráfico, mas jogou a batata quente no centro das decisões políticas do País e já é alvo de contestações.

Grato, Moro!

Quero expessar minha gratidão ao ministro Moro por ter transferido Marcola para Brasília. Afinal, basta de ver Porto Velho tranformada em penico das tensões sociais do país pagando o pato com as transferências das maiores lideranças do crime organizado, como já aconteceu com Beira-Mar e tantos outros. E já que os politicos de Porto Velho não se posicionam, desde já a população firma o pé: não aceitamos devolução!

Mais rigor

Aos meio  das turbulências no Planalto, o senador Oriosto Guimarães (Pode-PR) apresentou Proposta de Emenda a Constituição visando aumentar as exigências para a criação de novas legendas partidarias. Conforme seu projeto, será vedada a representação na Câmara Federal aos partidos que não obtenham  menos de 5 por cento de votos nacionais para deputado federal. A proposta ainda vai tramitar pela Comissão de Constituição e Justiça.

Clausula de barreira

Mesmo com as imposições da chamada cláusula de barreira, que já esta obrigando muitos partidos a se fundir com outros, o País ainda mantém mais de 30 siglas. Existe, conforme o senador Oriosto, o que ele chamou de “emprendedorismo” partidário, ou seja, todo mundo fundando siglas para saquear o fundo partidário destinado pela justiça eleitoral. As legendas de aluguel ainda proliferam.

Via Direta

*** Alguns vereadores de P. Velho estão desconfiados que o  tucano Buiu Lourenço será candidato a vereador no ano que vem *** Buiú nega a intenção, apenas prega fidelidade a familia do prefeito Hildon Chaves ***  Anunciado como possivel candidato a prefeito na capital em 2020, o ex-governador tampão Daniel Pereira rechaçou a intenção *** Fala-se que Pereirinha almeja o Senado ou a cadeira de Marcos Rocha daqui a quatro anos ***Correção:  Edgar do Boi esta fora da aliança com os tucanos. Tudo não passou de fake news!


Escreva um comentário

Arquivos de colunas