Porto Velho/RO, 09 Novembro 2020 14:35:15
Economia

Dólar cai a R$ 5,22 após vitória de Biden e vacina contra covid-19

Na mínima desta segunda-feira (9), a moeda norte-americana despencou 3,07%, a R$ 5,2240, menor patamar intradiário desde 16 de setembro

A-A+

Publicado: 09/11/2020 às 14h34min | Atualizado 09/11/2020 às 14h35min

Dólar recuava nesta segunda-feira (9)
Sebastião Moreira / EFE – Arquivo

O dólar apresentava forte queda contra real na manhã desta segunda-feira (9) e chegou a ser negociado próximo de R$ 5,22 no primeiro dia de negociações desde que o democrata Joe Biden venceu as eleições presidenciais norte-americanas. A notícia sobre a vacina experimental contra a covid-19 da Pfizer também ajudava a desencadear uma onda global de apetite por risco.

Às 11h46, a moeda norte-americana caía 1,77%, a R$ 5,2823 na venda. Na mínima do dia, a divisa norte-americana despencou 3,07%, a R$ 5,2240, menor patamar intradiário desde 16 de setembro.

O comportamento do dólar no mercado interbancário brasileiro estava em linha com uma busca mundial por risco depois que Biden superou no sábado (7) o patamar de 270 votos no Colégio Eleitoral necessário para vencer a presidência.

Mesmo com ameaças do atual presidente, Donald Trump, de que buscará medidas legais para minar os resultados eleitorais sob alegações não comprovadas de fraude, os mercados internacionais pareciam otimistas, principalmente em meio à expectativa de que a gestão de Biden poderá gerar mais gastos na maior economia do mundo.

Paloma Brum, economista da Toro Investimentos, disse à Reuters que, diante de um cenário de clara vitória de Biden, existe a possibilidade de aprovação mais rápida de novas medidas de auxílio emergencial, embora as chances de um Senado de maioria republicana possam representar um obstáculo à agenda da próxima administração norte-americana.

“Um cenário mais propenso a aumento de gastos geraria forte desvalorização do dólar por aumento de oferta da moeda nos Estados Unidos”, explicou.

Embora o índice do dólar contra uma cesta de pares fortes apresentasse leve alta de 0,12%, a divisa norte-americana apresentava amplas perdas contra algumas das principais moedas arriscadas, como peso mexicano, lira turca, rand sul-africano e dólar australiano.

Enquanto isso, impulsionando o sentimento internacional, a Pfizer disse nesta segunda-feira que sua vacina experimental contra a covid-19 mostrou ser 90% eficaz na prevenção da doença com base em dados iniciais de um estudo amplo.

“Se existe a possibilidade de resolver a pandemia de forma mais rápida, isso fornece uma perspectiva melhor para ativos de risco”, disse Brum, embora tenha ressaltado que o principal motor para o mercado de câmbio continuava sendo a projeção de vitória de Biden nos EUA.

Na última sessão, na sexta-feira (6), o dólar fechou em queda de 2,80%, a R$ 5,39 na venda, menor patamar para fechamento desde 18 de setembro.

O Banco Central anunciou para esta segunda-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 12 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021.

(R7)



Deixe o seu comentário