Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 17:50:19
Diário da Amazônia

Drive-thru noturno vacina mais de 2 mil pessoas

Durante a ação que foi até a meia-noite, público a partir de 35 anos foi convocado a se imunizar contra a Covid-19

A-A+

Publicado: 10/07/2021 às 11h50min | Atualizado 10/07/2021 às 14h11min

Foto: Divulgação

Excepcionalidade. Esta é a palavra que pode representar a quinta edição do drive-thru de vacinação contra a Covid-19 promovida na sede da Prefeitura de Porto Velho, o Prédio do Relógio, na noite de sexta-feira (9).

Diante da procura abaixo do esperado para o público acima de 37 anos, o prefeito Hildon Chaves determinou à Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) que excepcionalmente nesta ação pudesse imunizar todas as pessoas cadastradas no SASI a partir de 35 anos até o fim das doses disponíveis.

“Os internautas são sensacionais. Foi um sucesso absoluto. Graças a Deus, muita gente se vacinou. A baixa da idade foi uma opção, pois havia muitas equipes de trabalho e não tinha público”, destacou Hildon Chaves.

A ação começou às 17h e seguiu até a meia-noite, atendendo mais de 2 mil pessoas. De acordo com a secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, a estrutura foi montada para proporcionar acesso às pessoas que não têm condições de ir aos pontos de vacinação em horário comercial: “Além de tudo, oferecemos mais comodidade, pois estamos com um tempo de sol muito forte e de calor e, desta forma, estamos num ambiente mais tranquilo e ameno”, lembrou Eliana.

BALANÇO

Ao longo da sexta-feira, mais de 2.500 doses foram aplicadas das 9h às 16h na Uniron e cerca de 900 doses foram aplicadas em distritos, resultando em 5.430 vacinas aplicadas em um único dia em Porto Velho.

A secretária lembrou que a população precisa atender aos chamamentos, pois assim, há maior chance de imunizar mais pessoas o mais rápido possível. “É importante que se tome a vacina. Observe o seu cartão, se já tiver tomado uma dose. E lembre-se, a imunização só se completa após a segunda dose”, finalizou Eliana.

Neste sábado a vacinação segue em distritos de Porto Velho, na Ponta do Abunã, iniciando por Nova Califórnia.

EXPECTATIVA

Hélio Araújo, gerente de loja, já foi contaminado com a Covid-19, e apesar de não ter sido hospitalizado, teve muito medo de ter sua situação agravada, por isso estava ansioso para chegar sua vez de ser imunizado.

“Esperava tanto por este momento, não tenho nada contra a vacina e a que veio tomei. Todos nós precisamos nos livrar o quanto antes destas máscaras e espero que este processo de vacinação caminhe bem rápido”, disse o morador do bairro Cidade Nova.

VACINA CONTRA A FOME

A primeira-dama, Ieda Chaves, aproveitou o drive-thru para lembrar da importância em ajudar na alimentação de muitas famílias que estão em situação de vulnerabilidade. “Doar sempre é um ato de amor ao próximo e, não custa nada, fazer a doação de 1kg de alimento não perecível. Vamos garantir alimento para muita gente neste momento de dificuldade”, disse a primeira-dama.

Em todos os locais de vacinação contra a Covid-19 são montados pontos de arrecadação de alimentos para a campanha “Vacina contra a fome”. As pessoas que foram para a imunização puderam contribuir com a doação de alimentos não perecíveis. Em seguida, sob a coordenação da primeira-dama, são montadas cestas básicas e entregues às famílias em situação de vulnerabilidade social cadastradas junto a Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf). (SMC)



Deixe o seu comentário