porto velho - ro, 21 Setembro 2019 12:06:07
    Polícia

    Em Porto Velho cresce o número de vítimas por acidentes com motos

    O resultado de tamanha imprudência tem superlotado o João Paulo II.

    A-A+

    Publicado: 11/09/2019 às 08h53min | Atualizado 11/09/2019 às 08h55min

    Em Porto Velho cresce o número de vítimas internadas no hospital joão paulo II por acidentes com motocicletas.

    (80,07% acidentes no estado envolvem motocicletas.)

    (80,07% acidentes no estado envolvem motocicletas.)

    Pelas ruas de Porto Velho, os flagrantes de desrespeito a sinalização comprovam o que as estatísticas revelam, neste por exemplo, este mototaxista, além de furar o semáforo, por pouco não se envolve em um acidente com o caminhão, mas preste bem atenção, o motorista do veículo também comete uma infração ao dirigir falando ao telefone celular.

    Neste outro episódio, uma criança segue com os pais de moto e sem o capacete, imagens como estas tem feito do transito de Porto Velho ranquear entre os mais fatais e perigosos do Brasil, dados do Detran de Rondônia mostram que 80,07% dos acidentes no estado envolvem motocicletas, no Samu a pressa de muitos condutores acaba gerando em atendimento desnecessário.

    O resultado de tamanha imprudência tem superlotado o João Paulo II, o principal hospital de urgência e emergência de porto velho, que opera acima da sua capacidade, o diretor da unidade, acredita que a solução está em um esforço conjunto dos “atores” envolvidos.

    De janeiro a julho, as vítimas de acidentes com motos que deram entrada na unidade hospitalar  corresponderam a 1/3 de todas as ocorrências feitas no hospital, o resultado da desobediência no transito eleva os gastos públicos na saúde.

    CONFIRA A REPORTAGEM NA INTEGRA:



    Escreva um comentário