porto velho - ro, 24 Agosto 2019 19:14:21
Agronegócio

Embrapa disponibiliza Boletim Agropecuário de Rondônia

Periódico reúne um conjunto de informações sobre a agropecuária de Rondônia.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 29/04/2019 às 08h40min | Atualizado 29/04/2019 às 08h42min

A terceira edição do Boletim Agropecuário de Rondônia, produzido pela Embrapa, traz dados e análises dos últimos cinco anos sobre a produção de grãos, café, mandioca e banana, com dados sobre produtividade, preços pagos ao produtor, Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) e das exportações de carne bovina e soja.

Por meio deste Boletim, a Embrapa Rondônia disponibiliza ao público o acompanhamento periódico da produção agropecuária no estado, com análises do comportamento do setor como um todo.  Esta e as demais edições do Boletim estão disponíveis no portal da Embrapa Rondônia, diretamente no link: www.embrapa.br/rondonia/boletim-agropecuario.

As edições deste periódico reúnem um conjunto de informações sobre a agropecuária do estado que está disperso em diversas fontes de dados oficiais, permitindo ao leitor acessar dados de maneira agregada e com análises. Além disso, a citação das fontes consultadas possibilita ao leitor se aprofundar no assunto, consultando-as diretamente.

Os dados apresentados são obtidos de fontes secundárias, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Emater-RO, entre outros.

Resumo do Boletim

Arroz – Em Rondônia, o cultivo do arroz tem se caracterizado como primeira cultura implantada nas áreas que serão destinadas para o plantio de soja e milho. O preço pouco atrativo pago pelo produto pode ser considerado um dos principais fatores inibidores da expansão da cultura, não só em Rondônia como também em todo o território nacional. De acordo com dados da Conab (2019) a safra brasileira de arroz 2018/19 deverá ser 7,1% inferior em relação à safra 2017/18.

Feijão – A produção no estado vem recuando ano a ano, sendo substituída por outras culturas. A previsão é que sejam semeados nesta safra cerca de 9,4 mil hectares, área 57,2% menor da ocupada com a cultura cinco anos atrás. A maior parte do feijão consumida em Rondônia é proveniente de outros estados.

Milho – Tanto a área plantada quanto a quantidade produzida de milho na primeira safra 2018/2019 deverão apresentar recuo de 35% em comparação com a safra 2017/2018.  (Conab, 2019). Esse recuo na área plantada pode ser explicado pela dedicação dos pequenos produtores a outras atividades, principalmente café, piscicultura e pecuária de corte e leite.

Soja – A área plantada com soja na safra 2018/2019 deve se manter estável em relação à safra anterior, o mesmo acontecendo em relação à quantidade produzida e produtividade esperadas. O aumento da área plantada nos últimos cinco anos foi de 44,1%, enquanto a produção e produtividade cresceram 49,4% e 3,7%, respectivamente. A expansão da área plantada se deu, sobretudo, pela ocupação de áreas de pastagens degradadas, com o plantio avançando para as regiões central e norte do estado.

Algodão – Com a liberação, pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), do plantio de algodão transgênico, Rondônia voltará a cultivar essa oleaginosa  após um interstício de 17 anos. A vantagem do algodão transgênico em relação ao convencional é sua maior produtividade e menor custo de produção. A estimativa é que sejam semeados 4,5 mil hectares na safra 2018/2019, com produção esperada de 6,4 mil toneladas de algodão em pluma e 16,9 mil toneladas de algodão em caroço (Conab, 2019a).

Café – A área cultivada na safra 2019 será de 72 mil hectares. Essa área é 23,9% menor do que a existente na safra de 2015, entretanto, a produção estimada será 21,6% superior à daquele ano. Nesse mesmo período, a produtividade aumentou 66,9%, passando de 19,7 sacas de 60 kg por hectare em 2015 para a média de 32,8 sacas previstas para a safra 2019. A cafeicultura no estado vem passando por um acelerado processo de renovação das lavouras, com erradicação das plantas propagadas por sementes por variedades clonais, mais produtivas. Seguindo esta demanda, a Embrapa Rondônia irá disponibilizar ao mercado, em 2019, dez cultivares de café híbridas (conilon e robusta), para plantio na Amazônia Sul Ocidental.

Mandioca – A produção estimada de mandioca na safra 2018 é de 703,5 mil toneladas, 6,9% superior ao que foi obtido na safra 2017, enquanto a área colhida deve apresentar redução de 1,95%, com ganho de produtividade de 9,0%.

Banana – Embora a área colhida deva ser menor do que a da safra de 2017 em 1%, houve ganho de produtividade em torno de 25% que possibilitará o incremento de 23,6% da quantidade produzida.

Preços agrícolas – Dos sete produtos analisados, três (arroz, feijão e café) apresentaram variação negativa de preços pagos ao produtor rural em 2018, em comparação com o ano de 2017. Cabe ressaltar que os preços pagos pelos produtos agrícolas em Rondônia são influenciados pelo comportamento dos mercados nacional e internacional.

Valor Bruto da Produção Agropecuária de Rondônia – Em 2018 foi de 9,38 bilhões de reais, resultado 1,8% inferior ao obtido em 2017.

Exportações – As exportações de carne bovina e soja em 2018 geraram receitas de US$ 587,7 milhões e US$ 409,98 milhões, respectivamente, resultados 5,1% e 23,2% superiores aos obtidos em 2017.



Escreva um comentário