porto velho - ro, 08 Novembro 2019 06:59:15
    Polícia

    Empresário da Aerotour se apresenta na Delegacia do Consumidor

    A empresa de Geverson, localizada na zona Leste, fechou as portas após os primeiros relatos de um possível golpe.

    A-A+

    Publicado: 09/01/2019 às 09h43min | Atualizado 09/01/2019 às 09h45min

    Geverson da Costa Dias, que está sendo apontado por clientes como estelionatário, se apresentou na Delegacia do Consumidor na manhã desta quarta-feira (9), em Porto Velho, para se explicar sobre o caso das passagens aéreas vendidas pela empresa Aerotour. A empresa de Geverson, localizada na zona Leste, fechou as portas após os primeiros relatos de um possível golpe.

    De acordo com as informações, até o momento foram mais de 120 ocorrências denunciando o empresário de vender passagens aéreas e não entregar aos clientes. Geverson se apresentou acompanhado de um advogado, mas como não foi expedido mandado de prisão preventiva, após ser ouvir, ele poderá ser liberado.

    O caso

    Na semana passada, clientes da empresa AeroTour Viagens e Turismo de Porto Velho denunciaram uma suposta fraude com passagens aéreas. O caso está sendo repercutido desde a noite da sexta-feira (4), após o responsável pela empresa, Geverson Dias, publicar um comunicado, através de sua página pessoal no Facebook.

    O que era para ser uma nota de esclarecimento e causar alívio nos clientes, gerou mais dúvidas e incertezas sobre reembolso ou de concretizar as viagens já adquiridas. Uma das clientes respondeu o post: “Vc não tem vergonha de pedir Calma e as pessoas que viajaram e não tem como retornar [sic] “, relatou Suelen em um dos comentários na postagem.

    Segundo os clientes, o possível esquema foi descoberto após serem barrados em embarques ao usarem os bilhetes informados pela própria agência. Um outro cliente descobriu que não tinha passagens ao ir ao aeroporto com o número do código de reservas, e conferir que o número está duplicado em nome de uma outra pessoa.

    No dia seguinte, no sábado, às 10h da manhã, uma outra postagem foi feita por Geverson no Facebook.

    Empresa emite mais explicações:

    “A empresa pede mais uma vez que tentem manter a calma… A assessoria da empresa irá tomar as devidas providências e entrará em contato com todos a partir de segunda-feira (7). A loja irá permanecer fechada devido às ameaças propagadas nas redes sociais!! Desde Já agradecemos a compreensão.

    Devido a alta demanda não estamos conseguindo responder a todos individualmente de imediato, mas fiquem seguros de que todos serão brevemente respondidos. ”

    Com medo de ficarem no prejuízo, os clientes se uniram nos comentário da postagem e criaram grupos no WhatsApp em prol do solucionamento do problema.



    Deixe o seu comentário